Crea-MT diz que não faz parte de “movimento pró-VLT”

Conselho participou de vistoria aos canteiros de obra do modal com vereadores de Cuiabá, mas nega apoio

Ednilson Aguiar/ O Livre

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT) divulgou nota nesta sexta-feira (09) em que nega participação no movimento intitulado “Pró VLT” que cobra a retomada da construção do modal de transporte, Veículo Leve sobre Trilhos.

O presidente da autarquia, João Pedro Valente destacou que a instituição verifica e faz a fiscalização do exercício profissional nas diversas modalidades da engenharia e não possui qualquer estudo técnico e principalmente, não formulou nenhuma posição pró ou contra a retomada das obras do VLT.

Na nota o Crea-MT diz que possui instalações, que com frequência são solicitadas por diversas entidades públicas e das áreas de engenharia. Como de praxe o Crea-MT cedeu o espaço ao solicitante Instituto de Engenharia de Mato Grosso, na condição da utilização do espaço sem envolvimento da instituição.

Segundo o Crea, as notícias que têm surgido na mídia afirmando que o conselho tem posição favorável à retomada das obras do VLT não são verdadeiras.

“O Crea-MT é uma instituição livre de qualquer paixão que possa ser direcionada a alguma preferência política”, diz trecho da publicação.

Na nota o Crea-MT lamenta o fato de ser envolvido em questões do que considera, de ordem ideológica, e das quais, não tomou parte ou posicionamento. “Ao ceder o espaço o Crea-MT foi surpreendido pelo envolvimento em questões alheias às suas competências institucionais e legais”, comentou ao se dizer isento.

Leia também

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDisney cancela diversos projetos da Fox: Assassin´s Creed é um deles
Próximo artigoO Beijo no Asfalto: clássico de Nelson Rodrigues vai ganhar adaptação com Viola Davis