Casal cuiabano ganha mercado vegano com cosméticos sólidos e já vende para outros estados

Nutrida por uma clientela ávida por novidades, a Afeto Lab aumentou os itens de seu catálogo, que agora pode ser encontrado no site da empresa

(Foto: Assessoria)

Frente à crescente demanda por produtos que causem menos impacto ao meio ambiente, a Afeto Lab, marca cuiabana de cosméticos veganos sólidos, tem visto os horizontes se expandirem. Nutrida por uma clientela ávida por novidades, aumentou os itens de seu catálogo, que agora pode ser encontrado no recém-lançado site da empresa, e já realiza entregas para todo o Brasil.

O salto é acompanhado com cautela pelos empreendedores Bruna Uriarte e Eduardo Ventura, casal idealizador da proposta. Assim, para atender a este ritmo novo, eles se adaptaram à rotina de produção e passaram a realizar despachos pelo menos duas vezes por semana, para que os produtos cheguem em um tempo razoável aos consumidores de outras cidades e estados.

De acordo com Eduardo, desde seu lançamento, no final de junho, o site contabiliza mais de três mil visitas orgânicas, o que representa aumento nos pedidos. O fluxo também se explica pela oferta de novas opções, como desodorante, sérum e chantilly corporal.

“Também estamos com uma nova linha de shampoos e condicionadores pronta para ser lançada. A previsão é que até o início de setembro ela já esteja disponível.”

Bruna Uriarte e Eduardo Ventura

Mais que os números, a dupla comemora a difusão de um propósito muito mais amplo. “Nossa meta é impactar a vida das pessoas, mostrando que é sempre possível dar o primeiro passo e contribuir com o planeta, que, mais do que nunca, dá sinais de esgotamento. Então, acima de qualquer coisa, queremos ajudar o consumidor a descobrir o outro lado da moeda, apresentando novos conceitos e formatos.”

Deste modo, para atrair as atenções para a marca e, consequentemente, para a causa vegana, a Afeto Lab aposta em novidade e informação.

No contexto da inovação é preciso destacar o lançamento de desodorante em barra. O produto é 100% hipoalergênico, ou seja, não causa qualquer tipo de irritação ou alergia. A fórmula permite toque suave, deslizamento e garante que ele não vai derreter no calor, como o de Cuiabá, por exemplo.

Chama a atenção ainda a linha de material gráfico personalizado, com cartão, caixa e sacola, viabilizadas com os recursos do Edital MT Criativo, da Lei Aldir Blanc, viabilizada pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

Os lançamentos incluem saboneteiras de cimento, que facilitam o armazenamento dos cosméticos sólidos. “Esta é uma das dicas que damos no site. É preciso reservar um espacinho seco e arejado no seu box para guardar os shampoos e condicionadores e dar preferência a uma saboneteira para que garanta que eles não fiquem em contato com a água quando não estiverem sendo utilizados”, explica Bruna.

Assim, na busca por atenuar os danos causados por uma cadeia produtiva baseada na exploração de pessoas e recursos ecológicos, a marca cuiabana ajuda a revolucionar a forma com a qual cada um se relaciona consigo mesmo, com a sua casa, com as compras do mercado, da farmácia e com tudo aquilo que permeia o consumo. “Tudo isso e muito mais sem deixar o afeto de lado”, pondera a empreendedora.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAbrasel cobra cumprimento de promessa sobre isenção de IPTU em Cuiabá
Próximo artigoVocê sabe como cuidar do seu gato? Confira seis dicas para fazê-lo feliz