Cartão não passa e servidor público tenta sair correndo sem pagar

Atendente da conveniência do posto de combustíveis correu atrás dele e conseguiu detê-lo

Um homem de 47 anos, que afirmou ser servidor público estadual, foi preso na madrugada desta terça-feira (9) acusado de consumir R$ 61 em bebidas na conveniência de um posto de combustível no Bairro Popular, em Cuiabá, e tentar sair correndo sem pagar a conta.

O caso aconteceu em um posto localizado na esquina que liga a Avenida Isaac Póvoas e a Rua Estevão de Mendonça, por volta das 04h30.

Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito consumiu bebidas alcoólicas durante a madrugada, porém, na hora de pagar, seu cartão foi recusado.

O suspeito, então, esperou a atendente virar de costas e saiu correndo do posto. Ele acabou seguido por ela, que correu atrás do homem e conseguiu pará-lo.

A Polícia Militar foi acionada e encaminhou o homem até a Central de Flagrantes, onde o caso foi registrado como outras fraudes.

Segundo a Polícia Militar, o homem afirmou que não iria pagar a conta porque não tinha bebido sozinho. Aos policiais o suspeito disse ser servidor público lotado na Procuradoria Geral do Estado. Já ao LIVRE disse que trabalhava na Secretaria de Estado de Educação.