Bons de memória

Juíza diz que delator de esquema é um "HD externo"

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Durante interrogatório dos réus da Operação Rêmora,Operação Rêmora, a juíza Ana Cristina Silva Mendes, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, destacou a boa memória dos participantes.

Ao empresário Giovani Guizardi, apontado como “operador do esquema”, Ana Cristina pediu que ele detalhasse quem ficou com o quê no esquema.

“Eu já vi que sua memória é muito boa. Vamos lá?”, comentou, no interrogatório. Isso porque, até aquele momento, ele havia respondido todas as perguntas das quais tinha conhecimento.

Já para o empresário Alan Malouf, apontado como o líder, o juíza o comparou a um HD externo.

“Vejo que o senhor é um HD cheio de informações valiosas. Está bem cheio. Um HD externo”, avaliou.

A audiência foi realizada nessa segunda-feira (19), na ação que apura um esquema de desvio de recursos e pagamento de propina na Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Foram ouvidos o ex-secretário de Educação, Permínio Pinto, e os empresários Alan Malouf e Giovani Guizardi.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCrianças entram correndo em base da PM e avisam que a mãe está apanhando do pai
Próximo artigoAcrimat auxilia Embrapa na coleta de dados sobre desafios para a produção de pastagens