Bonde do Tigrão na Câmara

Professor de geografia usou tribuna para falar do ensino e pedir melhorias

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O professor de geografia Edmárcio Neri da Silva, da Escola Estadual Rafael Rueda, no bairro Pedra 90, utilizou a tribuna da Câmara dos Vereadores de Cuiabá, na manhã desta terça-feira (23), para tratar do ensino público e pedir auxílio dos vereadores. Chamou a atenção, porém, a forma como o fez: cantou louvor, música de desenho e até Bonde do Tigrão.

Na tribuna, o professor falou da importância do ensino e da figura do professor para os alunos. Pontuou que teve sua vida marcada por bons educadores e que, ao optar pela licenciatura, decidiu tornar-se melhor do que aqueles que teve, a fim de orgulhá-los.

Entre as ponderações, Edmárcio demonstrou como é que ele, que leciona em uma instituição de tempo integral, faz, e cantou. Cantou um trecho de louvor, passou para um trecho da música de abertura do desenho Power Rangers e, por fim, ainda cantou “Bonde do Tigrão”, definitivamente atraindo a atenção de todos que o assistiam.

Foto: Reprodução/TV Câmara

Edmárcio disse que o que se espera normalmente é que um professor seja aquele que “escreve e apaga” nos quadros. No entanto, ele defendeu a modernização do ensino e a adoção de novas técnicas para fisgar a atenção dos estudantes. “Eles viram e falam ‘professor, você é power’. Quer dizer, Power Ranger”, exemplificou.

O professor aproveitou para elogiar os colegas, a gestão da escola e chamar a atenção dos vereadores para aos problemas da comunidade. Disse que o bairro Pedra 90 precisa, por exemplo, de uma pista de caminhada e de equipamentos de ginástica para a escola, que é referência na região.

“Não pedimos um parque Tia Nair, pedimos uma pista de caminhada”, disse. Por fim, jogou a bola para os parlamentares. “Vocês tem o poder para mudar isso. Vocês também são Power”, finalizou.

Os vereadores Dilemário Alencar (Pros) e Professor Frankes (PP) pediram a palavra para agradecê-lo pela presença e reconhecer o trabalho feito na instituição. Frankes ainda citou Paulo Freire para lembrar que “o verdadeiro professor deixa marcas”. Conforme Dilemário, o professor de geografia deverá receber uma moção de aplausos na escola onde leciona, que já foi aprovada em plenário pelos vereadores.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCuiabano perde 18 kg e conquista título de campeão brasileiro de Muay Thai
Próximo artigoNorte Show: Feira amplia em 40% espaço para expositores e anuncia nova data

O LIVRE ADS