Banco da Amazônia completa 78 anos de existência fomentando o desenvolvimento regional

(Foto: Reprodução/Banco da Amazônia)

Principal instituição financeira de fomento da Região Norte, o Banco da
Amazônia completa nesta quinta-feira, 9 de julho, 78 anos de existência. Por
conta das restrições impostas pela pandemia da Covid-19, a organização vai
marcar a passagem da data de forma diferenciada das que realizara nos últimos
aniversários. Este ano, a celebração será feita com colaboradores, clientes,
parceiros e sociedade em geral por meio de uma campanha institucional que
será veiculada nas redes interna e sociais da organização.

“Temos muito que celebrar porque os resultados apresentados pelo Basa ao
longo dessas décadas orgulham a todos nós. Ano passado, batemos recorde de
investimentos. E este ano, a despeito da conjuntura, se continuarmos no ritmo
atual, seguiremos dando a resposta positiva que a Amazônia espera de seu
banco, fomentando o desenvolvimento da região de forma sustentável”, pontua
Valdecir Tose, presidente do Basa.

Com a chegada de 2020 e o advento da pandemia que assolou o mundo, o
Banco da Amazônia precisou se reinventar. Na área digital, por exemplo, criou o
aplicativo Sua Conta Basa, para agilizar o processo de cadastro e abertura de
conta no banco, passo importante para atender às necessidades dos
empreendedores que buscam um financiamento na instituição. Mas os
resultados positivos vêm sendo apresentados especialmente no campo, que é a
razão da existência do Basa para concessão do crédito. As contas do semestre
ainda não estão fechadas, mas, até o último dia 26 de junho, a instituição havia
contratado com recursos de fomento o equivalente a R$ 4,3 bilhões. “Para se ter
ideia do que esses aportes representam, é mais do que o banco contratou em
todo ano de 2015. Imaginem o quanto isso é relevante para a geração e
manutenção de empregos e a criação de oportunidades neste momento tão
difícil?” ressalta o presidente.

Outras medidas implementadas este ano foram o lançamento, em abril, do FNO
Emergencial, e na última segunda-feira (6), a instituição do Pronampe, linhas de
financiamentos criadas para quem se encontra em dificuldades financeiras
impostas pela Covid-19. Desde 17 de abril até a primeira semana de julho, o
Basa já injetou na economia regional, com o FNO Emergencial, R$ 154,6
milhões, em 1.984 operações, sendo que 79,44% (1.576) delas para atender aos
pequenos negócios. E somente nos dois primeiros dias de operação do
Pronampe, o banco contratou R$ 35,4 milhões nos estados da Amazônia Legal
onde tem unidades.

O Banco da Amazônia tem sete superintendências regionais, 120 agências e
seis postos de atendimento. Há unidades localizadas nos estados do Acre,
Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima,
Tocantins, São Paulo e no Distrito Federal.

A campanha em homenagem aos 78 anos do Banco da Amazônia começa a ser
veiculada nesta quinta-feira, 9/7, nas redes sociais do Banco da Amazônia.
Quem quiser conhecer a campanha, pode acessar o Facebook, Instagram,
Linkedin, Twitter e Youtube da instituição.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorUsina Hidrelétrica Sinop recebe relatório com informações sobre a distribuição de cestas básicas em Sinop
Próximo artigoAdolescente passa a ser perseguida após o irmão vendê-la por R$ 1

O LIVRE ADS