Após “desistir” de filha de 11 meses, mãe é denunciada por entregá-la com vários machucados

Pai recebeu a filha com assaduras em pele viva, queimaduras de cigarro e machucados na orelha e denunciou os maus-tratos

Imagem ilustrativa (Foto: Pixabay)

Uma mãe de 20 anos, moradora de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), foi denunciada nessa terça-feira (30) após entregar a filha de 11 meses para o pai – dizendo que não queria mais a menina – com machucados por todo o corpo.

O pai da bebê procurou o Conselho Tutelar e depois a polícia e fez uma denúncia por maus-tratos.

Segundo relato do pai, logo após o nascimento da filha, o casal se separou e a bebê ficou aos cuidados da mãe.

Nessa terça-feira, porém, por volta das 16h30, a mulher ligou para o ex-companheiro dizendo que não queria mais ficar com a filha e que, se ele não fosse buscá-la, iria dar a bebê.

A mulher levou a menina até a casa do pai, que ao receber a filha viu que ela estava com assaduras em pele viva, queimaduras aparentemente de cigarros e machucados nas orelhas.

Ele acionou o Conselho Tutelar e, em seguida, foi até uma delegacia acompanhado de um conselheiro, onde registrou um boletim de ocorrência.

A bebê foi levada para um hospital para receber atendimento médico.

O pai disse à polícia que quando vivia com a ex-companheira ela não tinha envolvimento com álcool e nem drogas, mas não sabe se hoje ela tem.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCapacidade saturada
Próximo artigoTrancada pelo marido, mulher pede socorro no WhatsApp e é salva por vizinhos em Cuiabá

O LIVRE ADS