12 ministros devem deixar o governo Bolsonaro para concorrer às eleições

De acordo com o prazo estabelecido pelo TSE, os ministros precisam deixar os cargos até abril para concorrer às eleições

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que até 12 ministros podem deixar o governo federal nos próximos meses para concorrerem às eleições deste ano. Para se candidatarem, eles precisam sair dos cargos que ocupam atualmente até abril.

Ainda segundo o presidente, os ministros devem ficar nos seus cargos até a data limite estabelecida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mesmo assim, conforme Bolsonaro, os substitutos já estão sendo escolhidos.

“Gostaria que eles saíssem somente um dia antes do limite máximo, para não termos qualquer problema”, comentou. “Já começamos a pensar em nomes para substituí-los, e alguns já estão mais que certos. A maioria será por escolha interna, até mesmo porque seria um mandato tampão, até o fim do ano”, explicou o presidente.

O presidente preferiu não especificar os nomes dos ministros que irão deixar o governo e os que irão continuar.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCapacitação no Judiciário
Próximo artigoGlobo de Ouro 2022 tem Ataque dos Cães e Succession como destaques; confira vencedores