Você atende bem seus clientes? Essa é a prioridade dos brasileiros ao fazer compras

Por incrível que pareça, o preço é o terceiro item na lista dos brasileiros na hora de escolher uma marca ou uma loja

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre

Nem preço baixo, nem garantias. O consumidor brasileiro está interessado é no bom atendimento. Uma pesquisa realizada pela Hibou, empresa de monitoramento do mercado, revelou que ser bem atendido é uma das prioridades dos clientes.

Ao todo, 94% dos entrevistados disseram que buscam a qualidade do atendimento na hora de comprar.

Em segundo lugar aparecem as garantias (81%). E – surpreendentemente – por último (79%) está a preocupação com o preço do produto.

E ainda sobre a qualidade no atendimento, apenas 11% se consideram totalmente satisfeitos. Outros 39% ficam muito satisfeitos e 40% razoavelmente satisfeitos com a forma como são atendidos.

Na opinião dos brasileiros, as marcas mais citadas que melhor atendem seus clientes são: Amazon, Magazine Luiza, Mercado Livre, Apple, Brastemp, Samsung e Nubank.

Mas afinal, o que é um bom atendimento para o brasileiro?

Para 96,7% é o atendente ouvir o que o cliente está falando. Para 96,5% é o atendente explicar de maneira clara o que está sendo questionado e 95,8% considera o conhecimento profundo do produto ou serviço que está sendo oferecido.

A fidelidade às marcas, segundo metade dos brasileiros, ocorre pelo bom atendimento.

E, para quem já vem pecando, a pesquisa traz uma boa notícia: para desistir de vez de uma marca, 53,9% passam por duas ou três experiências ruins – ou seja, são muitas chances de você voltar a acertar. Outros 33,3% desistem logo na primeira pisada na bola.

O que espanta de vez o cliente?

Para 72,3% dos brasileiros, uma marca não tem chance após episódios de grosseria de um funcionário.

Outros 52% consideram que um funcionário da empresa impacta totalmente a experiência de compra. Em outras palavras: treinamento é fundamental.

Já 55,4% perdem a confiança em empresas que aparecem em noticiário com escândalo de corrupção.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEmpreendedorismo: uma forma de sobrevivência na advocacia
Próximo artigoDanos morais: Justiça condena Joesley Batista a pagar R$ 300 mil a Temer