Vereador de VG é encaminhado à delegacia ao ser encontrado com arma em bar

(Foto: Reprodução)

O vereador por Várzea Grande Calisto Lemes do Nascimento (PSD), conhecido como Jânio Calistro, precisou ser encaminhado à delegacia nesta terça-feira (10), depois de ser encontrado armado em um bar no Bairro Mapin, em Várzea Grande. Calistro é policial civil aposentado.

A Polícia Militar foi acionada no “Bar Mané Grande” com a denúncia de que moradores teriam ouvido tiros no local. Ao chegar no bar, os militares encontraram o vereador, que se apresentou como policial civil aposentado e como atual vereador por Várzea Grande.

[featured_paragraph]Os policiais pediram a identidade funcional de Calistro, mas ele afirmou que estava em sua residência. Perguntado se estava armado, o vereador disse que sua arma estava dentro do porta luvas de seu carro, uma S10 de cor vermelha.[/featured_paragraph]

Ele foi até o veículo e apresentou a arma calibre 40, pertencente à Polícia Civil de Mato Grosso, que estava inclusive com o brasão da PJC, junto a um carregador com quatro munições intactas.

Além de não estar com sua identidade funcional, o vereador também não estava com nenhuma documentação da arma. Ele pediu que um colega fosse até sua residência buscar o RG funcional.

Os militares entraram em contato com o corregedor geral da Polícia Judiciária Civil, que repassou o contato do plantonista do dia. O policial civil orientou a equipe militar a levar o vereador ao delegado de plantão para que sejam tomadas as devidas providências. O vereador Calistro acabou indo até a delegacia dirigindo sua S10.

Segundo a assessoria da Polícia Civil, o calibre da arma que estava com o vereador só é permitida para policiais na ativa, o que não é o caso de Calistro. Ele deve ser autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. O crime é inafiançável.

Em Várzea Grande as audiências de custódia acontecem somente nos finais de semana e/ou feriados, então o vereador deverá permanecer detido.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDezessete fugitivos de unidade prisional em Belém ainda estão soltos
Próximo artigoPolícia fecha três pontos de jogo do bicho em Cuiabá e apreende 48 máquinas de cartão