Universidade de Oxford realiza testes com ivermectina contra a covid-19

O estudo mostrou que o medicamento pode ser funcional no tratamento precoce do coronavírus

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A Universidade de Oxford está testando medicamento antiparasitário ivermectina como um possível tratamento para a infecção contra o coronavírus. O medicamento foi amplamente usado no Brasil durante a pandemia.

De acordo informou a universidade, o estudo está sendo apoiado pelo governo do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, com a finalidade de auxiliar na recuperação de pacientes com coronavírus não hospitalizados.

Resultados animadores

Em um primeiro estudo, o remédio provocou redução da replicação do patógeno em estudos laboratoriais. Dessa forma, a medicação já é considerada eficiente.

O estudo mostrou ainda que administrar a droga antecipadamente pode reduzir a carga viral do microrganismo, além da duração dos sintomas em alguns pacientes com quadros leves da doença.

Uso em diversos países

Mesmo antes dos primeiros estudos, a ivermectina vem sendo usada em diversos países como um dos meios do tratamento precoce.

No Brasil, o medicamento foi usado em todo território nacional, chegando a ser distribuído por alguns hospitais brasileiros.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComissão da ALMT reprova projeto de lei que recria a “Caravana da Transformação”
Próximo artigoGoverno de Mato Grosso veta suspensão e vai cobrar ICMS na energia solar