Transporte coletivo: prefeito diz que não haverá aumento de tarifa com a nova frota

Emanuel Pinheiro diz que nova revisão depende da modernização do sistema de transporte coletivo em novo contrato

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) disse que não haverá reajuste de tarifa do transporte coletivo para compensar a entrega de 144 novos ônibus. Ele afirmou que a revisão do preço depende da modernização do sistema de transporte, pois o valor pago hoje seria superior à qualidade do serviço. 

“Sempre disse aos empresários do setor que o equilíbrio econômico financeiro é uma obrigação do gestor. A tarifa que Cuiabá paga era muito cara para o serviço que estava sendo prestado. Primeiro, é preciso melhorar todo o sistema para, depois, pensar em tarifa”, disse. 

Os 144 novos ônibus foram entregues em cerimônia na manhã desta terça-feira (3). Esses veículos são a primeira entrega das empresas que venceram a licitação de 2019. A previsão é que a renovação total seja concluída até 2024. 

(Foto: Luiz Alves/Assessoria da Prefeitura de Cuiabá)

Conforme a prefeitura, a frota de Cuiabá sobe para 60% com ar-condicionado e internet wi-fi. Os ônibus começam a circular a partir de amanhã (4). A orientação da prefeitura é que sejam distribuídos para os itinerários com maior fluxo de passageiro. 

Quanto à tarifa, o prefeito Emanuel Pinheiro afirmou não ter previsão de quando será feito o estudo para reajuste. O assunto passou a ser cotado em vários municípios no começo do ano por causa da paralisação do transporte nos meses de decreto mais rigoroso de isolamento social. 

No primeiro mandato de Emanuel Pinheiro, a tarifa teve dois reajustes. Antes, os correções eram anuais.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisitas e festas na Saúde
Próximo artigoBrasil importou mais de um milhão de toneladas de milho em 2021