STF julgará reeleição na ALMT

A partir de sexta-feira (11), os ministros devem começar a analisar ADI que pede anulação de rito que elegeu Eduardo Botelho à presidência

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

O pleno do Supremo Tribunal Federal deve começar a analisar na sexta-feira (11) a ação direta de inconstitucionalidade (ADI) que pede anulação da reeleição do deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) como presidente da Assembleia Legislativa. 

Os ministros vão julgar a decisão liminar de Alexandre Moraes, que em fevereiro deste ano acatou o pedido do partido Rede Sustentabilidade e mandou realizar nova eleição. 

Após a ordem, o deputado Max Russi (PSB) passou para a presidência e Eduardo Botelho para a primeira-secretaria, composição em vigor. 

Os ministros devem analisar a ADI em duas sessões: a primeira no dia 11 e a segunda no dia 18. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIdoso é preso acusado de abusar sexualmente de criança de seis anos
Próximo artigoCovid: diário da vacina #12