“Situações obscuras”

CPI da Previdência tem tido dificuldades para acessar documentos do antigo instituto de MT

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre

Presidente da CPI da Previdência – instalada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) -, o deputado estadual João Batista (PROS) diz que a investigação está sendo travada pelas dificuldades em conseguir documentos que demonstrem o funcionamento do serviço na época do Ipemat, instituto anterior ao Mato Grosso Previdência (MT Prev) responsável pela administração do setor.

Paralelamente, o presidente do MT Prev, Elliton Oliveira de Souza, afirma que “situações obscuras” precisam ser esclarecidas pela comissão.

A Previdência em Mato Grosso tem casos sem explicação que podem ser enterrados na história sem se chegar ao que aconteceu com medidas tomadas para tentar estancar dívida anual.

João Batista diz que, apesar das dificuldades, a CPI tem documentos suficientes para comprovar que o déficit do setor se arrasta há anos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFalta de trigo e alta do dólar: seu pãozinho vai ficar 15% mais caro na semana que vem
Próximo artigoHomem mata a esposa a facadas por ela se negar a pegar cerveja