Saneamento: fundamental e de grande valor

Por: William Figueiredo

No saneamento básico brasileiro, um real significa muito. Levantamento recente divulgado no livro “Quanto vale cada real investido em saneamento”, das engenheiras sanitaristas Juliana Almeida Dutra e Rafaella Scorsatto Lange, mostra que cada R$ 1 aplicado neste serviço

essencial gera R$ 29,19 de benefícios para a sociedade. No que se refere à nossa capital, considerando os R$ 752 milhões destinados à expansão e melhoria dos sistemas de água e esgoto, de julho de 2017 até agora, alcançaríamos a marca dos R$ 22 bilhões em efeitos positivos às famílias cuiabanas. É uma projeção impactante.

Em algumas situações, os reflexos dos avanços em saneamento básico podem ser facilmente percebidos. Entre eles, merece destaque a melhoria na qualidade da água dos rios e córregos, a diminuição dos casos de doenças como a diarreia e a redução dos pontos com forte odor, característico de localidades onde não há serviço de esgoto. Outro aspecto importante é a valorização imobiliária, que naturalmente ocorre nessas áreas.

Sob o prisma do desenvolvimento econômico, cidades estruturadas – sobretudo as que demonstram priorizar questões socioambientais – apresentam vantagens na atração de investimentos. E no quesito qualidade de vida, a certeza de ter água limpa na torneira e não precisar mais conviver com o esgoto a céu aberto consiste em benefícios, cujo resultado é uma vida com mais dignidade.

O município de Cuiabá tem passado por uma verdadeira revolução no saneamento básico. A água tratada distribuída tem alta qualidade e é 100% fluoretada, contribuindo com a saúde bucal, principalmente das crianças. O acesso ao sistema público de esgotamento sanitário doméstico, antes restrito a poucos bairros, aumenta diariamente. Chegamos ao final de 2021 com expressivos 78% de cobertura e iniciaremos 2022 trabalhando firmemente na instalação de novas redes coletoras. Como resultado dos esforços empreendidos nos últimos quatro anos e meio, alcançaremos até 2024: 91%.

Além da expansão em volume, hoje em dia nossa cidade possui novo retrato em saneamento básico. Unidades como a Estação de Tratamento de Água Sul, que entrou em funcionamento em 2020, e a Estação de Tratamento de Esgoto Lipa, que iniciou sua operação recentemente, comprovam que as mais avançadas tecnologias mundiais no setor são realidades na capital mato-grossense.

Como gestor da Águas Cuiabá, concessionária de água e esgoto do município, posso afirmar que nosso time inicia 2022 feliz por participar de um projeto de tão grande valor: expandir e melhorar os sistemas, multiplicando as possibilidades de uma vida melhor.

William Figueiredo é diretor geral da Águas Cuiabá

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDefesa Civil monitora seis municípios em estado de calamidade pública
Próximo artigoFriboi e JBS Couros oferecem vagas de emprego em cidades do Mato Grosso