Roostic: um lugar para desfrutar os prazeres da carne

Todas as carnes acompanham vinagrete de abacaxi, salada texana coleslaw e farofa de maracujá, dentre outras guarnições

Picanha? Filé-mignon? Não. No novo endereço da carne preparada na parrilla, você vai encontrar cortes pouco convencionais que ganharam status de nobreza dado o conhecimento do chef Phelipe Jacob, especialmente quando o assunto diz respeito aos defumados, preparados em uma churrasqueira texana.

Caso do beef ribs (R$ 45,00) – que figura na ala “smoke house” e que é especialidade da casa. Nada mais, nada menos que uma costela bovina defumada por 12 horas no pit, utilizando a técnica low and slow.

Dentre as carnes preparadas na parrilla, o acém, que salta da grelha e chega à mesa macio, suculento e saboroso. Conhecido da culinária local – muito utilizado no preparo do cozidão cuiabano – ao experimentar o chuck steak (R$ 55,00) do Roostic, você nunca mais vai encará-lo da mesma forma. Todo o segredo está na origem da carne e claro, na maestria do preparo.

O chef declara que é o corte favorito dele. “Faço o corte preciso com muito marmoreio. Um processo de maturação que exige muito esmero no controle da temperatura da carne, fazendo que a própria enzima quebra a fibra nesse processo. É quando o acém supera a picanha”, diz empolgado.

Ambiente disputado

Funcionando há pouco mais de um mês, inusitadamente, não dá para conseguir um lugar apenas chegando ao local, pois de tão disputado, é preciso fazer reserva com antecedência.

Iluminado pelo conceito farm to table, da fazenda para a mesa, a casa, que possui dois ambientes, é um lugar acolhedor decorado com o auxílio da mãe dele, a produtora cultural Carlina Jacob, com peças e móveis rústicos. O chef que tem como sócio o investidor Guilherme Medeiros, espera que o cliente se sinta em casa e se surpreenda com os sabores. Melhor, com a multiplicidade deles.

Com seleção apurada, estão listados no cardápio apenas 6 cortes de carne. Mas é conferindo as opções de entradas, guarnições e burgers que o cliente detecta que o chef baseou muitas das suas invenções pela cozinha contemporânea.

São diversas as inspirações que vertem da gastronomia de vários países, como o México, a Indonésia, Brasil e Estados Unidos. Bagagem adquirida ao longo dos anos: são influências que remetem ao grande número de viagens nas quais se lançou em especializações, turismo e intercâmbio, por países de cinco continentes.

Mix de sabores

Como couvert – por conta da casa – vale experimentar o mix de folhas com pera na brasa e gorgonzola. Na sequência, enquanto espera o prato principal, são destaques o pão de queijo com costela defumada com chimichurri (R$ 19,00) e o dadinho de mandioca [purê de mandioca compactada na mão e refrigerado na sequência] e vem com molho de geleia de pimenta, receita que ele aprendeu na Indonésia. Este, sai por R$ 12,00.

Que tal o pão de queijo recheado com costela defumada?

Eis que é chegada a hora do prato principal. Todas as carnes acompanham vinagrete de abacaxi, salada texana coleslaw (repolho, cenoura e maionese), farofa de alho, farofa de maracujá [que achamos sublime], arroz branco, jacked potato e legumes na brasa.

Já dentre os cinco burgers listados no cardápio, o chef destaca o passion Burger, que vem com geleia de cebola na cerveja, cheddar maturado e farofa de maracujá. Sai por R$ 20,00. Tem também dois tipos de sanduíches, o briskets com salada coleslaw (R$ 25,00) e o churraskito (R$ 22,00).

Para adoçar o paladar, é hora de escolher entre duas sobremesas, o brownie (R$ 19,00) com sorvete de creme, calda de diamante negro e farofa crocante de laranja ou a pineapple express (R$ 17,00), um abacaxi assado na brasa com sorvete de creme e calda de caramelo.

As caipirinhas – em destaque a de frutas verdes e de frutas vermelhas – são alguns dos drinks da casa

E por fim, entre as opções tradicionais de cervejas e refrigerantes, reinam soberbas as caipirinhas de frutas vermelhas, frutas verdes e a mais pedida até o momento, a três limões (siciliano, taiti e cravo). Se a pedida for sem álcool, a casa serve sucos gourmet por R$ 12,00 (300 ml), como o de laranja com hibisco e abacaxi com calda defumada de hortelã.

Para arrematar, tem shows de rock e blues às quintas-feiras e sábados. A casa funciona de terça a domingo, no almoço, das 11h30 às 14h30 e no jantar, das 19h30 à 0h.

O Roostic fica na rua João Bento, 415, bairro Quilombo. Mais informações: 99940-6087. Reservas podem ser feitas em link da bio no Instagram.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

  1. O Roostic é tudo de diferente que já vi em Cuiabá, tem qualidade, sabor e um espaço lindo. Parabéns aos proprietários.
    Recomendo a todos que não foram ainda, vão amar e recomendar, tenho certeza. Sucesso Roostic

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNatal: buffet cuiabano oferece praticidade e sabores únicos em opções para a ceia
Próximo artigoTempo médio de abertura de empresas cai de 8 para 5 dias, diz Receita

O LIVRE ADS