“Restrição de direitos”

Defensoria Pública diz que pedágio em duas rodovias estaduais vai dificultar a vida de 10 mil pessoas

(Foto: Reprodução/Defensoria Pública de Mato Grosso)

A cobrança de pedágio deverá afetar a vida de moradores de Carlinda (774 km de Cuiabá) e dificultar acesso a emprego e serviços de saúde.

O alerta foi feito pela Defensoria Pública do Estado. 

Conforme o órgão, a concessão de administração das rodovias MT-320 e MT-208, que liga o município a Alta Floresta, passará a representar mais gasto para ir a hospital, local de emprego e escolas. 

O trecho de administrado pela concessionária Via Brasil, que passará a cobrar de R$ 4 a R$ 7,90 pelo tráfego. Conforme a Defensoria, cerca de 10 mil moradores de Carlinda dependem de serviços públicos prestados em Alta Floresta, município polo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBiomédica denuncia concorrente por atuar com seu número de registro
Próximo artigoÁguas Cuiabá faz novas melhorias no Sistema Central de Abastecimento neste sábado