Professor de escola estadual é preso acusado de assediar e tocar seios de alunas em Cuiabá

Uma aluna de 14 anos disse que ele ofereceu R$ 50 para ela tirar a blusa, outras de 12 e 15 disseram que ele pegou nos seios delas

(Imagem ilustrativa / Pixabay)

Um professor de 46 anos foi preso nessa quarta-feira (1º) após ser acusado por várias alunas e pais de assediar, aliciar e abusar sexualmente das estudantes. O caso aconteceu na Escola Estadual Tancredo de Almeida Neves, no Bairro Jardim Leblon, em Cuiabá.

A Polícia Militar foi acionada na escola depois que pais revoltados com a situação estavam exaltados na instituição. No local, eles encontraram dois pais e três adolescentes, de 12, 14 e 15 anos, informando que as alunas teriam sido assediadas pelo professor.

O pai da adolescente de 14 anos disse que a filha havia ido ao banheiro e, ao retornar, o professor a chamou em um canto e disse no ouvido dela: “Te dou R$ 50 para você tirar a blusa” e, em seguida, sorriu de forma maliciosa. Envergonhada, a adolescente se sentou.

A adolescente disse que soube que outra estudante de 12 anos também havia sido assediada. Esta estava sentada em sua cadeira na sala de aula quando o professor teria sussurrado no ouvido dela perguntando se ela estava fazendo tarefa, colocado as mãos no ombro dela, descido até os seios e voltado para os ombros.

As adolescentes procuraram a coordenação da escola para contar o que havia acontecido e chamaram os pais. O professor foi embora.

Conforme a notícia foi se espalhando na escola, mais estudantes começaram a contar que também teriam sido assediadas. Uma delas foi uma menina de 15 anos, que contou que o professor havia sussurrado elogios em seu ouvido, como ela era bonita, colocado a mão em seu ombro e pegado em seus seios.

O diretor da escola entrou em contato com o professor e pediu que ele retornasse para escola. Quando ele chegou, a PM foi acionada para que ele não fugisse.

Questionado, o professor disse que tinha feito apenas “brincadeirinhas de mau gosto” e oferecido dinheiro para que a adolescente mostrasse os seios para outra pessoa.

Ele foi conduzido para a Delegacia da Mulher Plantão 24 Horas, onde o caso foi registrado como estupro e aliciar, assediar, instigar, ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPivetta irá se aposentar?
Próximo artigoAs novidades sobre o Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT)