Mulher diz não para homem e acaba estuprada em matagal

Eles haviam consumido bebidas alcoólicas juntos e, quando ela disse que não queria manter relações sexuais, foi agredida e estuprada

Imagem ilustrativa (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Uma mulher de 36 anos foi vítima de violência física e sexual nessa quarta-feira (17), após dizer não para um homem de 34 anos com quem estava ingerindo bebidas alcoólicas, que insistia que queria ter relação sexual com ela.

A Polícia Militar foi acionada por testemunhas que viram o casal discutindo em frente a uma escola no Bairro Rodeio, em Cáceres (220 km de Cuiabá), e o suspeito arrastando a mulher para uma construção em um matagal.

Uma equipe foi até o local e encontrou a vítima e o suspeito em visível estado de embriaguez alcoólica.

A mulher, então, relatou que estava bebendo com o suspeito quando ele a chamou para fazer sexo e ela disse que não queria.

O homem, no entanto, não aceitou a resposta negativa, a pegou pelo braço, arrastou-a para a construção no matagal e a agrediu e estuprou.

Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, a vítima estava com escoriações nas costas e uma lesão no lábio inferior, causadas pelas agressões do suspeito.

No caminho para a delegacia, ele ainda ameaçou a vítima dizendo que aquilo “não iria ficar assim” e que ele “iria fazer acontecer”.

O caso foi registrado como estupro e ameaça.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCovid-19: JBS já alocou mais de R$ 19 milhões em doações em Mato Grosso
Próximo artigoE as eleições municipais?

O LIVRE ADS