E as eleições municipais?

Senadores enfrentam impasse sobre data, mas maioria ainda quer que a população vá às urnas em 2020

(Foto: Divulgação/Justiça Eleitoral)

A data para a realização das eleições municipais continua incerta. Os senadores estão em impasse sobre como vão tratar este tema em meio ao cenário de pandemia.

Durante sessão temática nesta quarta-feira (17), eles debateram sobre qual será o encaminhamento. A maioria defende que a eleição seja realizada ainda em 2020, para garantir que a posse dos eleitos ocorra em janeiro de 2021.

Por outro lado, existem senadores, como é o caso de Wellignton Fagundes (PL), que defendem a coincidência dos mandatos, ou seja, que a eleição para prefeito e vereadores ocorra em 2022, em conjunto com as eleições presidenciais.

Mas tudo indica que a proposta do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) – a PEC 18/2020 –  será a ideia com mais aceitação no Congresso. Ela prevê que as eleições sejam realizadas no começo de dezembro.

A articulação está sendo realizada pelo senador Weverton (PDT-MA), que é o relator da proposta de emenda à constituição.

Mesmo assim, ainda existe muita resistência, já que a campanha eleitoral estará prejudicada pela pandemia de coronavírus. Não será possível, por exemplo, realizar  reuniões e pedir votos nas ruas.

(Com informações da Agência Senado)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMulher diz não para homem e acaba estuprada em matagal
Próximo artigoIniciativa privada: testes para covid aplicados por empresas ajudam a controlar pandemia