MPE pede cassação de deputado

Carlos Avalone é suspeito de utilizar R$ 89,9 mil para compra de votos

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Ministério Público Eleitoral (MPE) deu parecer favorável à cassação do mandato do deputado estadual Carlos Avalone (PSDB-MT). O tucano é acusado de formação de caixa 2 e compra de votos.

Embora tenha declarado à Justiça Eleitoral despesas de R$ 999.996 mil, três dias antes da eleição foram apreendidos R$ 89,9 mil em um veículo de sua campanha eleitoral, adesivado no vidro traseiro e com material gráfico do candidato no interior do veículo.

O MP esclarece que “após a acurada análise dos fatos imputados e do conjunto probatório produzido, a inexorável conclusão é a de que o dinheiro apreendido pertence à campanha do representado e foi entregue a um coordenador de campanha para fins de execução de um engenhoso e complexo esquema de cooptação ilegal de votos ou para quitação de despesas de campanha não declaradas”.

O pedido de cassação de mandato será julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) em data ainda a ser definida.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorR$ 250 mil em casa
Próximo artigoPresos destróem cadeia pública e passam o final de semana em motim