Memes permitidos

Justiça mantém vídeos e memes contra Abílio nas redes sociais

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O juiz da 1ª Zona Eleitoral de Cuiabá, Geraldo Fidélis, negou nessa segunda-feira (23) pedido do candidato a prefeito de Cuiabá, vereador Abilio Brunini (Podemos), para que o Whatsapp e o Facebook removam vídeos e memes considerados ofensivos à sua imagem e de autoria apócrifa, o que em sua avaliação estaria gerando desequilíbrio na disputa eleitoral

O magistrado indeferiu o pedido inicial diante da falta de provas de que o prefeito e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB) e a coligação A Mudança Merece Continuar (MDB, PP, PV, PSB, PSDB, Republicanos, PL, PTC, PCdoB, PMB, PTB e Solidariedade) tenham participação na produção do material.

A defesa de Abílio havia requerido à Justiça o bloqueio de todo o material no prazo de uma hora, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 30 mil ao Facebook e Whatsapp.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBlack Friday: lojistas do Shopping Popular prepararam semana de promoções
Próximo artigoAcademias ainda em crise com restrição de horário em Cuiabá