Lista LIVRE: 5 excelentes filmes sul coreanos para você conhecer mais que o vencedor do Oscar

Já pensando no que vai fazer no fim de semana? Nós damos uma forcinha!

O cinema da Coreia do Sul é tendência mundial depois da vitória de Parasita como Melhor Filme no Oscar 2020. E enquanto muita gente descobre os filmes de qualidade do país somente agora, já existe muito conteúdo excelente para você conferir.

E antes que você reclame, o Cinema sul coreano não possui aquela carga “intelectualizante” como diversos filmes europeus, taxados de “cults” e que têm um ritmo vagaroso – para muitas pessoas, chato! -, contando histórias simples sobre a vida normal, com poucas reviravoltas surpreendentes.

Ainda que seja um Cinema bem distinto dos filmes hollywoodianos, as semelhanças são evidentes como o refinamento estético, o trabalho com gêneros e personagens marcantes, além de histórias brutas, que trazem tanto o cinismo quanto o maravilhamento.

Então, se prepare porque separamos cinco filmes sul coreanos excelentes para você ficar fã do Cinema que está na moda.

1. Poesia (2010)

O primeiro filme do diretor Lee Chang-dong a figurar nessa lista, Poesia é um dos filmes mais centrados em uma narrativa forte acerca de um personagem fascinante. No caso, Mija, uma senhora sexagenária com alzheimer que decide “viver a vida” novamente depois de entrar em um curso de poesia.

Entretanto, através da arte, a mulher acaba se deparando com um crime brutal que envolve o neto que mora com ela. Através de contrastes ásperos de brutalidade e delicadeza, Poesia é um dos filmes mais marcantes do cinema sul coreano recente.

2. A Criada (2016)

A Criada era a aposta da Coreia do Sul para conquistar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2017. O longa que venceu o BAFTA traz uma história bastante chocante sobre a relação de uma família japonesa com sua criada coreana, em 1930.

Aos poucos, a estranha decisão da protagonista em aceitar ser criada da família japonesa invasora vai sendo revelada. A trama envolve sexo, conspiração e muitas reviravoltas dignas de uma novela brasileira.

Mas que já fique avisado, o filme é forte e chocante.

3. Em Chamas (2018)

Apontado como a obra-prima de Lee Chang-dong, o mesmo diretor de PoesiaEm Chamas é um filme provocativo e bastante humano. Na história, acompanhamos a desventura de Jong-Soo, que reencontra uma amiga antiga que era sua queda amorosa na juventude.

Com a reunião, Jong acaba aceitando cuidar do gatinho da amiga enquanto ela viaja. Porém, quando retorna, a garota vem acompanhada com Ben, um jovem rico que está disposto a namorá-la, frustrando os planos de Jong.

Jong, por ser pobre, acredita que nunca conquistará seu antigo amor com Ben. No decorrer da história, revelações chocantes acontecem gerando maior intriga entre os personagens.

4. Oldboy (2003)

Pode ter sido Bong Joon-ho que tenha conquistado o primeiro Oscar da Coreia do Sul, porém muito se deve ao esforço de Park Chan-wook ao trazer o excepcional Oldboy.

O filme violento, que sempre consegue se superar em suas viradas imprevisíveis, foi o primeiro que destacou o Cinema sul coreano no cenário internacional.

Na história, um homem é trancafiado por 15 anos em um quarto, sem saber o motivo de estar ali. Depois de liberto, ele decide investigar para encontrar o responsável pelo seu sofrimento e entregar a essa pessoa um verdadeiro prato de vingança.

No meio do caminho, ele encontra uma jovem garota disposta a ajudá-lo, ainda que o laço entre os dois seja mais do que apenas um contato amistoso.

5. Invasão Zumbi (2016)

Apesar do nome soar meio brega, Invasão Zumbi é uma das pérolas do terror sul coreano. O filme é bastante simples em sua proposta: retratar uma epidemia zumbi na Coreia do Sul.

Enquanto o surto acontece em seus primeiros dias, um grupo decide viajar no trem que vai à Busan, a única cidade do país que não foi afetada pelo problema.

Em uma história de sobrevivência bastante audaz, ficam destacadas as ótimas cenas de ação, apesar dos diálogos e enquadramentos serem dignos do exagero da arte dos animes de ação japoneses.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDiretor comenta que 007: Sem Tempo para Morrer é totalmente diferente dos outros filmes
Próximo artigoO Homem Invisível conquista 91% de aprovação no Rotten Tomatoes

O LIVRE ADS