Justiça bloqueia R$ 29 milhões de Dória por improbidade administrativa

Promotoria acusa tucano de ter feito autopromoção com propaganda de obras, enquanto era prefeito

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A Vara da Fazenda Pública da Capital de São Paulo determinou, nesta segunda-feira, o bloqueio de R$ 29 milhões em bens do governador de São Paulo.

No processo, Dória é acusado por ato de improbidade administrativa na época que era prefeito de São Paulo.

Segundo os promotores do órgão, Dória teria usado o caixa da prefeitura para fazer autopromoção das obras que realizou quando prefeito. O governador ainda teria usado dessa autopromoção para alavancar sua candidatura ao Governo de São Paulo.

O valor bloqueado tem o objetivo de ressarcir o munícipio de São Paulo. A defesa ainda pode recorrer.

Os advogados do tucano alegam que irão recorrer da decisão e afirmam considerar que a decisão contra Dória tenha sido “política”, por ter sido proferida às vésperas da eleição municipal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHospital retoma atendimento
Próximo artigoEnade 2019: estudar em universidades públicas ainda é melhor em MT