José Adolpho como alvo

Ex-chefe da Casa Civil que assumiu vaga de Paulo Taques está na lista de pessoas investigadas no caso dos grampos

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Ex-chefe da Casa Civil no governo de Pedro Taques, José Adolpho de Lima Avelino Vieira estava na lista de pessoas alvos de busca e apreensão da delegada Ana Cristina Feldner, na Operação Reset. 

A investigadora queria autorização para policiais procurarem na casa dele materiais que pudessem contribuir para a apuração dos casos de grampo telefônico. Porém, o juiz da 7ª Vara Criminal, Jean Garcia de Freitas Bezerra, considerou o pedido sem fundamento. 

Segundo o juiz, não foram apresentados dados que indicassem de maneira segura o envolvimento de José Adolpho na operação dos grampos. 

José Adolpho de Lima assumiu o cargo em maio de 2017, quando o primo do então governador Pedro Taques, Paulo Taques, deixou o posto pressionado pelo escândalo das interceptações ilegais. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPassaporte sanitário: deputados mudam projeto e votação é adiada mais uma vez
Próximo artigoFortes chuvas prejudicam funcionamento da ETA Tijucal