Funcionários dos Correios encontram jabuti enviado em caixa de SP para MT

O jabuti já estava há mais de três dias dentro da caixa apertada, preso em uma meia

Imagem ilustrativa

Um filhote de jabuti foi encontrado por funcionários dos Correios na agência do Bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, nessa quinta-feira (4), após eles passarem uma caixa pelo raio-X da unidade.

A Polícia Militar Ambiental foi acionada e os funcionários contaram que, após passarem a caixa pelo equipamento de raio-X, desconfiaram de que havia um animal vivo dentro dela.

Os policiais, então, abriram a caixa e encontraram um filhote de jabuti de “espécie desconhecida e exótica”, o que caracterizou maus-tratos e tráfico de animais.

Segundo o registro postal, o jabuti estava em uma caixa apertada e preso a uma meia, sem nenhuma ventilação, há mais de três dias.

Ele havia sido postado em São Paulo e seguiria para Juara (700 km de Cuiabá). Com a apreensão, o animal foi levado para um recinto de animais silvestres localizado na sede do Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA).

Apesar dos três dias preso na caixa, o jabuti aparentava bom estado de saúde.

O caso foi registrado como maus-tratos a animais silvestres, domésticos ou domesticados e tanto o remetente, quanto o destinatário, um homem e uma mulher, foram registrados como suspeitos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCidade de MT decreta toque de recolher e proíbe entrega via delivery
Próximo artigoGasoduto seguro?