Fotógrafo mato-grossense faz ensaio com cãezinhos para incentivar adoção

APAM pretende divulgar as fotos em suas redes sociais para sensibilizar possíveis tutores

Habituado a registrar momentos com crianças e famílias, o fotógrafo Silvio Bononi resolveu apostar em “outros modelos”. Fazendo um trabalho voluntário, encontrou em seu talento uma maneira de somar à causa animal. Foi então, que se propôs a realizar um ensaio fotográfico com cãezinhos à espera de adoção, em uma ação conjunta com a Associação Mato-grossense Protetora dos Animais (APAM).

Resultado: um ensaio foi muito divertido, emocionante e fotografias encantadoras. “Eu saí de lá com vontade de levar todos os bichinhos para casa. Foi um momento muito comovente e eu, com certeza, pretendo fazer mais ações como essa no futuro”, destacou Silvio Bononi.

As fotos, a APAM pretende divulgar em suas redes sociais para sensibilizar possíveis tutores.

Vale ressaltar que o abrigo tem cerca de 80 animais, entre cachorros e gatos, e sobrevive exclusivamente de doações e voluntariado. As adoções são feitas mediante a entrevistas com pessoas interessadas e visitas ao possível futuro lar do animal. Tudo para garantir que a adoção seja feita de maneira responsável.

Uma das responsáveis pela associação, Aline Gusmão Lopes Ribeiro, explica que sempre que uma adoção é concluída, uma nova vaga é disponibilizada no canil e assim é possível resgatar outro animal das ruas. “O nosso desejo é que esse seja um ciclo sempre em movimento”.

Como ajudar

Quem tiver interesse em colaborar com a Associação Mato-grossense Protetora dos Animais (APAM) pode se candidatar a disponibilizar um lar temporário até que o animal seja adotado, apadrinhar, ou até gastar algumas horinhas por semana para brincar com os bichinhos.

A APAM também recebe doações financeiras, de material de limpeza, ração, remédios e utensílios que possam ser usados para o bazar ou como produtos para rifas.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPresos por confusão chamam delegado de careca e são indiciados por desacato
Próximo artigoO retorno dos militares

O LIVRE ADS