Falta de energia: famílias ficam sem fornecimento durante recorde de calor em Cuiabá

A queda foi relatada no bairro Parque Cuiabá, entre as 22h e 2h40 da manhã, na quarta-feira. O jeito foi (tentar) dormir no chão

(Foto: Luiz Alves/Prefeitura)

Há dois dias, Cuiabá bateu recordes históricos de calor e registrou 44ºC, segundo a medição do Instituto de Meteorologia (Inmet). Foi a maior temperatura registrada no município desde 1910, quando começaram as aferições. E também foi o dia em que famílias que vivem no bairro Parque Cuiabá passaram cerca de quatro horas sem energia elétrica, entre 22h e 2h40 da manhã.

Quem contou como foi passar por essa “experiência” à reportagem do LIVRE foi a jornalista Daniele Danchura. Ela e a família se preparavam para dormir quando a casa ficou apenas em “meia-fase”.

“Imagina ter que dormir sem ventilador num calor de 32ºC?”, ela questiona, citando a temperatura que fazia naquele momento na Capital.

Na casa, a família já não usa ar-condicionado e tem hábitos que minimizam o impacto ambiental, mas isso não fez o sufoco ser mais tolerável. O jeito, segundo ela, foi abrir as janelas e deitar no chão da casa (o lugar mais fresco) sem se mexer.

“O jeito foi ficar parado, deitado no chão e cochilando, porque não dava para dormir”, conta.

Não bastasse a falta na quarta, o problema se repetiu na quinta-feira (1º). A família ficou sem energia por quase duas horas.

Segundo Daniele, os dois dias de interrupção no fornecimento foram informados à Energisa. A reportagem entrou em contato com a empresa, que disse que apuraria os fatos para apresentar um posicionamento.

Mais calor e nada de chuva

E o calor não deve passar. Até o domingo (4) as temperaturas máximas devem variar entre 40°C e 43°C em Cuiabá. As mínimas não devem ficar abaixo de 29ºC.

A chuva, que poderia ajudar a amenizar o calor, ainda não deve aparecer. Não há previsão de chuva regular até o dia 15 deste mês.

De acordo com o Inmet, apenas chuvas rápidas e isoladas devem ser registradas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRemake do filme “Convenção das Bruxas” ganha primeiro trailer; Confira
Próximo artigoMato-grossenses já pagaram cerca de R$ 23 bi em tributos neste ano