Em MT, exportações de carne bovina recuam em junho

Embargo nos envios para a China é um dos motivos para a redução

As exportações mato-grossenses de carne bovina registraram queda de 1,2% em junho. O recuo, ante o mês de maio, está relacionado aos embargos para a China, causados pelo registro de um caso atípico de vaca louca no Estado. O fechamento do mês totalizou 31,69 mil toneladas de carne, menor que as 32,09 mil toneladas destinadas ao mercado internacional, aponta o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Com os entraves nas exportações para a China, os envios para este mercado totalizaram 7,76 mil toneladas, o que representa uma redução de 513,9 mil toneladas em relação ao mês anterior quando foram enviadas 8,28 mil toneladas da carcaça bovina.

No entanto, o Oriente Médio também reduziu a sua demanda de carne brasileira neste período, recuando em 6,63% o volume comprado. A Rússia diminuiu ainda mais o consumo, reduzindo 48,3% o volume comprado durante o mês de junho.

Por outro lado, quando se analisa o volume acumulado no primeiro período do ano, as exportações mato-grossenses aumentaram 43,2% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram enviadas 129,18 mil toneladas da proteína. Em contrapartida neste ano, já foram embarcadas 185 mil toneladas de carne, informa o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

O faturamento, por sua vez, foi de US$ 538,31 milhões em 2019. Com a normalização do comércio internacional e o avanço da peste suína, o ritmo acelerado das exportações pode continuar nos próximos meses.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConcurso: Prefeitura anuncia duas mil vagas para a Educação
Próximo artigoSoja: MT registra queda de 33,1% nas exportações de junho