Eleições 2022: apoio de Bolsonaro será de quem não atrapalha o governo

Eduardo Bolsonaro disse que a CPI da Covid no Senado tem sido um termômetro que pesará na decisão do presidente

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, disse que o presidente observará o potencial de candidatos ao governo em Mato Grosso que não “atrapalham” hoje o governo federal, antes de decidir por apoio nas eleições de 2022. 

Ele sugeriu que os itens da avaliação passam pelo envolvimento dos candidatos investigações por crimes administrativos. O parlamentar citou como exemplo os gestores que estão sendo convocados para depor na CPI da Covid no Senado por indícios de desvio do recurso enviado pela União para o combate à pandemia. 

“A gente está vendo como que governadores podem atrapalhar o governo federal. Vou aproveitar o gancho que ontem [quarta-feira, 16]: esteve presente na CPI da Covid o [Wilson] Wtizel [ex-governador do Rio de Janeiro], governadores do Nordeste também compraram respiradores que nunca receberam. Estamos de olho também nessa questão pra governador”, disse. 

Conversa com o agronegócio

Eduardo Bolsonaro esteve de visita em Cuiabá nessa quinta-feira (17) para uma reunião com empresários do agronegócio. O grupo de empresários, encabeçado pelo ex-presidente da Aprosoja, Antônio Galvan, busca proximidade com o governo federal para montar uma chapa para 2022. 

Conforme apuração, a intenção deles é filiarem-se ao Patriotas para sintonizar a agenda com a do presidente Jair Bolsonaro. Os empresários entrariam no partido em uma leva, com nomes ao Senado e ao governo de Mato Grosso. 

Se o projeto foi implantado, eles entrariam em colisão com o deputado federal José Medeiros (Podemos), intermediador da aproximação que já teve voto declarado de Bolsonaro como seu candidato ao Senado para 2022. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Esse tipo de Atitude, somente demonstra o Anti Democrata que o nosso presidente é.

    Rezo para que tenhamos em 2022 um 3ª opção para podermos sair do Ladrão Esquerdista e do Frustadão Ditador.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCovid: diário da vacina #21
Próximo artigoMinistro Luiz Roberto Barroso volta a falar contra o voto auditável