Demanda por testes práticos reduz em 56% no Detran-MT

Paralisação por conta da pandemia gerou uma demanda de aproximadamente 8 mil testes em Mato Grosso

(Foto: Natália Araújo / O LIVRE)

Em pouco mais de um mês desde a retomada dos testes práticos, o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) já reduziu em 56% a demanda pelas provas. No Estado, aproximadamente 8 mil pessoas aguardavam pelo exame. Agora, em torno de 3,5 mil ainda estão na fila, sendo 2 mil em Cuiabá.

A prova prática de carro ficou suspensa por 7 meses, devido ao pico de casos da covid-19, em Mato Grosso. Em agosto houve a retomada e, no final do mês, foi feito um mutirão para diminuir a demanda represada.

Em 10 dias de trabalho intensificado, foram aplicados mais de 2,4 mil testes. Contudo, ainda houve uma abstenção de 10% dos candidatos, pontua o diretor de Habilitação do Detran, Alessandro de Andrade. Agora, essas pessoas devem buscar uma nova data de aplicação da prova.

LEIA TAMBÉM

O diretor de Habilitação, Alessandro Andrade, adianta que Detran-MT pode ampliar vagas diárias de provas (Foto: Natália Araújo / O LIVRE)

Andrade explica que são aplicados diariamente 50 testes de carro e 40 de motos. Uma vez por semana são feitas as 25 avaliações para a mudança de categoria.

“A estimativa para o final de outubro é dobrar essas vagas diárias, diante da imunização dos avaliadores com a segunda dose das vacinas contra a covid-19”, adianta.

Contudo, o diretor lembra que os processos de primeira habilitação iniciados em 2019 estão com o prazo de validade de 12 meses suspenso. A determinação foi expedida pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) no início da pandemia, em 2020, quando os processos do ano anterior estavam prestes a vencer.

Vilson Emilio Soares dos Santos era uma das pessoas da fila de espera pelo teste prático de carro (Foto: Natália Araújo / O LIVRE)

O empresário Vilson Emilio Soares dos Santos, de 23 anos, teve o processo iniciado há mais de dois anos. Quando a pandemia iniciou, faltava ao jovem passar pelas aulas práticas e marcar a prova. Neste ano, quando os exames foram suspensos novamente, o rapaz já estava aguardando apenas o teste.

“Não fiquei preocupado em perder o processo porque a autoescola informou sobre a suspensão da validade. Mas demorou muito para fazer a prova”, comenta Vilson que passou pelo teste nesta semana.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLive-action de Zumbis Marvel pode estar em desenvolvimento, diz artista
Próximo artigoDeputado Marcel Van Hatten deve trocar o Novo pelo Progressista