Dê o seu melhor

Por Francisney Liberato

Haverá satisfação para todos quando fizermos o nosso melhor.

A afirmativa do tema proposto deve ser recepcionada por todo aquele que busca sucesso na sua vida, como algo positivo e que proporcionará benefícios para sua própria vida, como também para as pessoas que estão ao seu redor

Se todos os seres humanos pensassem em oferecer sempre o seu melhor para o outro indivíduo, não tenho dúvidas que teríamos um mundo mais feliz.

Uma história bíblica muito conhecida, que se traduz atualmente em nossas vidas, é a importância de fazer sempre o melhor. É a história dos filhos de Adão e Eva, que se chamavam Caim, o mais velho, e Abel, o mais novo, conforme relatado no livro de Gênesis, capítulo 4.

Devido às circunstâncias em que eles se encontravam juntamente com os seus pais, isto é, fora do Jardim perfeito ou também chamado de Jardim do Éden, e com a intenção de agradar ao Pai, eles resolveram ofertar a Deus algo relacionado com a atividade profissional de cada um deles, ou seja, Caim, agricultor, ofereceu frutas e Abel, um pastor de ovelhas, ofereceu carneiros.

Até então não há nenhum problema quanto a essas ofertas, porém um detalhe fundamental dessa história é quanto ao produto ou animal a ser oferecido, que deveria ter qualidade, em outras palavras, o melhor produto ou o melhor animal que eles possuíam.

Vale enfatizar que quando oferecemos algo a alguém deve ser com qualidade, aquilo que temos de bom. Um exemplo clássico e negativo é quando temos roupas rasgadas e que não servem para nem passar um pano no chão, resolvemos doar para alguém carente, entretanto, entendo que isso não é uma doação útil e com qualidade.

Agora, imagine uma doação ou oferta para Deus, o que você oferece? E para o próximo, você tem se doado? Tem feito o seu melhor para ajudar as pessoas? No ambiente de trabalho, as suas tarefas são executadas com qualidade e louvor? Ou você é daqueles indivíduos que fazem tudo de qualquer jeito?

Voltando à nossa história. Caim deveria oferecer a melhor fruta, a mais bonita e cheirosa. Aquela fruta retirada do pé, sem amassar, e não a caída no chão; jamais uma fruta estragada. Já Abel, deveria oferecer o melhor animal que ele possuía, sem defeito nenhum, que fosse o mais belo das ovelhas, isto é, algo perfeito, com valor e com qualidade.

Para Deus e para o seu próximo, não se furte de fazer o bem e dar o seu melhor.

Abel ofereceu o seu melhor animal e Deus apreciou a sua oferta. Caim ofereceu uma oferta sem qualidade, pois fez aplicou a vontade deliberadamente, porém Deus reprovou a sua oferta.

Com isso, Caim, movido pela raiva, inveja, rancor, emoção, matou o seu próprio irmão. Além de não ter oferecido o seu melhor, ainda cometeu barbáries contra a sua própria família. Será que quando não oferecemos o nosso melhor poderemos ser tentados a fazer o mesmo que Caim? Sobretudo a “morte” imaginada e pensada contra alguém?! Será que o não fazer o nosso melhor nos gera uma consequência de uma mentalidade negativa e cabisbaixa?

Hebreus 11:4 diz: “Foi pela fé que Abel ofereceu a Deus um sacrifício melhor do que o de Caim. Pela fé ele conseguiu a aprovação de Deus como homem correto, tendo o próprio Deus aprovado as suas ofertas”.

Chega de fazer tarefas pela metade. Pare de entregar o trabalho fora do prazo e sem qualidade. Chega de reclamar, inventar desculpas e criticar as pessoas. Você não é dono do mundo, portanto respeite as ordens, as normas e a hierarquia. Assuma sua autorresponsabilidade. Seja ensinável!

Se for para ajudar, que seja com todas as suas forças e energias. Se for para contribuir, que seja o seu melhor. Se for para trabalhar, que o faça com qualidade e com boa produtividade. Se for para estudar, estude com foco e de forma concentrada. Se for para cuidar dos filhos, que seja o melhor pai ou mãe deste mundo.

Nós podemos e devemos fazer sempre o nosso melhor por todos, agindo assim, teremos uma vida melhor e mais feliz. Faça o que precisa ser feito. Dê o seu melhor. Obedeça às normas e as ordens que lhe são impostas. Reinvente-se. Busque uma melhoria contínua e constante da sua vida. Saiba que Deus se agrada daquele que faz as suas tarefas e atividades com qualidade.

Francisney Liberato Batista Siqueira é Auditor Público Externo do Tribunal de Contas de Mato Grosso. Escritor, Palestrante, Professor, Coach e Mentor. Mestre em Educação pela University of Florida. Doutor em Filosofia Universal Ph.I. Honoris Causa. Bacharel em Administração, Bacharel em Ciências Contábeis (CRC-MT) e Bacharel em Direito (OAB-MT). Autor dos Livros: “Mude sua vida em 50 dias”, “Como falar em público com eficiência”, “A arte de ser feliz”, “Singularidade”, “Autocontrole”, “Fenomenal”, “Reinvente sua vida” e “Como passar em concursos”.

http://www.francisney.com.br

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNovos radares e lombadas passam a funcionar nesta segunda em Cuiabá
Próximo artigoCrescimento do trabalho remoto no Brasil contribui para melhorar a produtividade e o bem-estar dos funcionários