Daniel Alves será o capitão da seleção na Copa América

Ele é o jogador mais velho e com o maior número de convocações, 138 no total

O treinador da seleção brasileira, Tite (Adenor Leonardo Bacchi), escolheu o lateral direito Daniel Alves para ser o capitão da equipe nos dois jogos amistosos – contra o Catar, no dia 5 em Brasília; e contra Honduras no dia 9 em Porto Alegre – e durante a Copa América.

Daniel Alves, com 36 ano de idade, é o jogador mais velho e com o maior número de convocações (138) do atual grupo de 23 atletas chamados para a competição. Ele foi campeão da Copa América em 2007 e da Copa das Confederações em 2009 e 2013.

Daniel Alves foi campeão da Copa América em 2007 e da Copa das Confederações em 2009 e 2013

Daniel Alves foi campeão da Copa América em 2007 e da Copa das Confederações em 2009 e 2013 – Lucas Figueiredo – CBF

De acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), “a última vez que o lateral-direito usou a braçadeira foi na vitória por 1 a 0 contra a Alemanha, em março de 2018, coincidentemente sua última partida pela seleção antes da lesão que o retirou da Copa da Rússia”.

O Brasil estreia na Copa América contra a Bolívia, no dia 14 de junho, às 21h30, no Estádio do Morumbi, em São Paulo. O jogo marca a abertura da competição, que vai até 7 de julho, com a partida final marcada para o Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Sustentabilidade

Nos dois jogos amistosos, contra o Catar e Honduras, a CBF promoverá ações de sustentabilidade alinhada à política nacional de resíduos sólidos. A intenção é coletar e reaproveitar 20 toneladas de resíduos nas duas partidas. Segundo a entidade, 25 cooperativas de Brasília e Porto Alegre estarão envolvidas. Com 142 catadores trabalhando nos dois estádios.

Segundo a CBF, 25 cooperativas de Brasília e Porto Alegre estarão envolvidas nas duas partidas. Com 142 catadores estarão nos dois estádios

Segundo a CBF, 25 cooperativas de Brasília e Porto Alegre estarão envolvidas nas duas partidas, com 142 catadores nos dois estádios – Ricardo Stuckert – CBF

“É feita ainda uma inclusão sócio produtiva com a utilização de catadores locais. Para os amistosos em Brasília e Porto Alegre, cerca de 25 cooperativas das duas cidades devem ser envolvidas. Eles receberão luvas de proteção, uniforme, ajuda de custo para transporte, lanche e uma diária, além de ficar com todo o material recolhido como doação”, informou a CBF.

*Com informações da CBF

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno do Amazonas atualiza número de mortes no massacre em presídios
Próximo artigoPaulo Guedes se diz confiante na aprovação da reforma da Previdência

O LIVRE ADS