Cuiabá lança programa de retomada econômica com foco em bairros e linha de crédito

Programa da prefeitura foi dividido em cinco eixos que serão lançados até junho, abarcando desempregados, pequenos empresários e agricultura familiar

(Foto: Sicom/Cuiabá)

A Prefeitura de Cuiabá lançou nesta sexta-feira (7) um programa de retomada econômica pós pandemia do novo coronavírus. A estratégia será composta por cinco eixos, passando pela geração de empregos por região e abertura de linhas de créditos. 

O programa batizado de “Pra Frente Cuiabá” deve passar à prática ao longo das próximas cinco semanas, abarcando setores da indústria, comércio e turismo, com foco nos micro e pequenos empresários. 

O eixo lançado hoje cria postos volantes do Sine para o cadastro de pessoas para emprego. Conforme o prefeito Emanuel Pinheiro, a intenção é direcionar as vagas por regiões, para reduzir o tráfego de pessoas dos bairros para o centro.  

Inicialmente, uma van irá percorrer as regiões para cadastro de currículo profissional e agendamento de entrevistas de emprego.  

“Vamos começar com uma van, depois vamos passar para uma van em cada região. O objetivo é reduzir a taxa de desemprego e distribuir renda”, afirmou. 

No dia 13 deste mês, deve ser lançado um curso pré-Enem com cerca de 2,7 mil vagas para preparar candidatos à prova de acesso ao ensino superior. Esse eixo deverá ser seguido pelo Qualifica Cuiabá, que passará a atender jovens, a partir do dia 18. 

O quarto eixo é voltado para a agricultura familiar e tem lançamento programado para o dia 25. Conforme o secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo, micro e pequenos produtores terão oferta de curso de qualificação que serão prestados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).  

Na primeira semana de junho, deverão ser abertas linhas de crédito para empresários e produtores. Os empréstimos deverão concedidos em uma linha específica para quitação de dívidas. Não foram divulgados o montante ou o limite de crédito ficará disponível e nem quantas pessoas serão atendidas. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm MT, 89% do desmatamento na Amazônia e Cerrado em 2020 foi ilegal, diz ICV
Próximo artigoVídeo | Avião cai em garimpo na divisa de MT com o Pará