CPI volta em agosto

CPI teve os trabalhos paralisados em abril por falta de técnicos, mas será retomada em agosto

Karen Malagoli/ALMT

Parada por falta de técnicos, a Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga renúncia e sonegação fiscal, deve voltar a operar no mês de agosto. O presidente da comissão, deputado Wilson Santos (PSDB) disse que a Assembleia Legislativa de Mato Grosso contratou uma empresa de consultoria para auxiliar nos trabalhos.

Segundo Wilson, o foco da CPI será a sonegação, já que no âmbito das renúncias fiscais o governo já está atuando para contê-las. “Estamos vivenciando um momento que traz cada vez mais luz a esse tema”, destacou.

LEIA MAIS

CPI da renúncia fiscal é suspensa

Relatório de CPI aponta que renúncia de receitas supera os incentivos fiscais em Mato Grosso

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTemperatura cai no fim de semana e termômetros podem marcar 12° em Cuiabá
Próximo artigoBanco da Amazônia destina R$ 4 bilhões para o Crédito Rural por meio do Plano Safra 2019/2020

O LIVRE ADS