Com 22 dos 24 votos, Botelho é conduzido pela 3ª vez à presidência da ALMT

Em breve discurso, Botelho agradeceu também o voto contrário e a abstenção: "nunca quis ser unanimidade nesta Casa"

(Foto: Marcos Lopes/ ALMT)

Com 22 votos favoráveis, um contrário e uma abstenção, a chapa União e Trabalho foi eleita para comandar a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), reconduzindo o deputado Eduardo Botelho (DEM) para o terceiro mandato consecutivo à frente do Poder Legislativo do Estado.

A votação começou por volta das 9h30 da manhã desta quarta-feira (10) e durou cerca de 50 minutos. A maioria dos deputados permaneceu nos gabinetes e cada um ia aparecendo no plenário na medida em que eram chamados para a votação. Todos os 24 deputados participaram da sessão.

Segundo o regimento interno da ALMT, o primeiro escrutínio exige maioria absoluta de votos, sendo portanto necessário 13 votos.

Compõem a mesa diretora eleita:

  • Eduardo Botelho (DEM) – Presidente
  • Janaina Riva (MDB) – 1ª vice-presidente
  • Wilson Santos (PSDB) – 2º presidente
  • Max Russi (PSB)  – 1º secretário
  • Valdir Barranco (PT) – 2º secretário
  • Delegado Claudinei (PSL) – 3º secretário
  • Paulo Araújo (PP) – 4º Secretário

Botelho agradece votação

Emocionado, Botelho agradeceu os deputados que votaram de forma favorável à sua chapa, e também aos que não votaram.

“Quero agradecer aos senhores deputados que me conduziram ao 3º mandato nesta casa. Agradeço também os dois deputados que não votaram em nós, porque eu nunca quis ser unanimidade nesta casa, as diversidades devem prevalecer”, enfatizou Botelho, durante breve discurso.

O presidente eleito também destacou que a ALMT tem tomado decisões importantes para o Estado – tais como as referentes ao enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Botelho destacou que a Assembleia Legislativa tem dado o exemplo com a redução de custos – o que garantiu devolver R$ 30 milhões de duodécimo para o Governo do Estado para investir no enfrentamento da pandemia.

Por fim, Botelho fez uma breve retrospectiva de seus mandatos como presidente da ALMT. Seu novo mandato como presidente começa em 1º de fevereiro de 2021 e seguirá até janeiro de 2023.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOs fascistas que chamam a si mesmos de antifascistas
Próximo artigoUm amor para chamar de meu, um apê para chamar de nosso