Briga na saúde pública

Em Sinop, Justiça proíbe fechamentos de UTIs para pacientes da Covid-19

Imagem Ilustrativa (Foto: Prefeitura de Cuiabá)

O juiz Mirko Vicenzo Giannote, concedeu liminar que proíbe o governo do Estado de fechar 10 leitos de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) no Hospital Regional de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá) destinados a atender pacientes diagnosticados com coronavírus Covid-19).

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) deverá cumprir imediatamente a decisão sob pena de ser estipulado pagamento de multa diária.

Atualmente, o Hospital Regional de Sinop oferece 29 leitos de UTIs aos pacientes diagnosticados com Covid-19.]

A decisão judicial põe fim, temporariamente, a um imbróglio administrativo envolvendo a direção da unidade de saúde com a empresa privada responsável pela administração dos leitos de UTIs.

A liminar ressalta que o interesse público se sobrepõe a ambos os interesses e o fechamento feriria o direito de acesso à saúde garantido pela Constituição Federal, ainda mais em um momento de crise sanitária.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCerca de 12 milhões de pessoas ainda não enviaram declaração do IR
Próximo artigoGoverno de MT prevê crescimento de 7% no orçamento para 2022