“Bravata jurídica (e política)”

Ex-senador Arthur Virgílio disse que intenção do ex-juiz Sérgio Moro era galgar carreira política via julgamentos

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

O ex-senador Arthur Virgílio (PSDB) disse que o ex-juiz Sérgio Moro fez “bravata”, junto com o procurador da República Deltan Dallagnol, para realizar um julgamento “combinado” à intenção política. 

 “Ele disse que nunca se envolveria com política, e olha o que ele fez? Era juiz federal e queria ser ministro. E agora quer disputar a Presidência”, disse. 

A crítica foi feita nesta sexta-feira (22), em Cuiabá, em resposta à pergunta sobre a possibilidade de Moro concorrer ao Planalto no próximo ano. 

Há algumas semanas o ex-juiz e ex-ministro conversa com a direção nacional do Podemos, para tentar se filiar ao partido e alavancar uma eventual candidatura.  

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPersonagens de Round 6 recebem colecionáveis Funko; confira
Próximo artigoWarner diz que Matrix 5 pode acontecer, mas tem uma condição