Bolsonaro afirma ter provas de que eleição em 2014 foi fraudada pelo PT

De acordo com Bolsonaro, a petista Dilma Rousseff fraudou as eleições para derrotar o tucano Aécio Neves

Presidente da República, Jair Bolsonaro, participa da cerimônia de cumprimento aos Oficiais Generais promovidos

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que a urna eletrônica pode ser fraudada e que não é segura. Em entrevista à Rádio Itatiaia, nesta terça-feira (20), Bolsonaro afirmou que apresentará provas sobre uma fraude que teria acontecido em 2014.

De acordo com Bolsonaro, a eleição presidencial de 2014, vencida por Dilma Rousseff (PT) no segundo turno contra Aécio Neves (PSDB), foi fraudada pelo PT.

Na ocasião, todas as pesquisas mostravam o candidato tucano na frente de Dilma, entretanto a petista acabou sendo reeleita, mas “impichada” pouco tempo depois.

“Em uma hora dá para demonstrar tudo”, disse Bolsonaro sobre a suposta fraude que teria levado a petista à vitória sobre o tucano.

Ainda de acordo com Bolsonaro, a prova da possível fraude em 2014 será mostrada muito em breve com a ajuda de um “hacker do bem” e do “pessoal que entende de informática”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSaneamento cuiabano ultrapassa R$ 600 mi em investimentos
Próximo artigoEmprego: vagas de motoristas crescem 46% no primeiro semestre