A partir de hoje estão suspensos cortes de energia elétrica por inadimplência

A medida alcança unidades de saúde e consumidores de residências urbanas e rurais

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A diretoria da Aneel aprovou em reunião pública extraordinária um conjunto de medidas de enfrentamento ao coronavírus, que inclui a suspensão do corte de energia por inadimplência.

A decisão que visa garantir segurança na distribuição de energia vale por 90 dias, podendo ser prorrogada.

Sendo assim, a Energisa, assim como concessionárias em todo país, está proibida de suspender o fornecimento de energia por inadimplência para consumidores de residências urbanas e rurais, incluindo baixa renda e ainda, para serviços e atividades consideradas essenciais, como as unidades de saúde. 

A diretoria da Energisa em Mato Grosso informa que está analisando as medidas anunciadas na tarde desta terça-feira (24) e que está dedicada em manter o fornecimento aos mais de 7,8 milhões de clientes em todo o Estado. E que acata a decisão.

Vamos cumprir a determinação da Aneel de não realizar cortes em consumidores residenciais e de serviços essenciais à população durante os próximos 90 dias”.

A Energisa informa também, que o faturamento dos clientes continuará sendo feito normalmente. E ainda, ressalta o apelo feito pelo regulador para que aqueles clientes que têm condições mantenham seus pagamentos em dia.

Dívidas não serão perdoadas

O relator do processo, o diretor Sandoval de Araújo Feitosa explicou durante a reunião da diretoria da Aneel, que a medida da suspensão do corte por inadimplência não isenta os consumidores, apenas garante que eles tenham energia no momento de calamidade pública.

“Encerrada a calamidade, os consumidores estarão sujeitos à suspensão de fornecimento por inadimplemento”. Ou seja, as dívidas não serão perdoadas, depois de passado o período da medida, serão cobrados juros e multa. 

Na portaria, a Aneel destaca também que a medida não impede cobranças de débitos vencidos, previstas na legislação, inclusive a negativação do inadimplentes em cadastros de crédito.

Serviços essenciais

Quanto aos serviços e atividades consideradas essenciais, inclui-se no pacote, conforme a legislação, aqueles voltados à assistência médica e hospitalar, unidades hospitalares, institutos médico-legais, centros de hemodiálise e de armazenamento de sangue, centros de produção, armazenamento e distribuição de vacinas e soros antídotos.

  • Nos serviços essenciais, inclui-se ainda, tratamento e abastecimento de água; produção e distribuição de energia elétrica, gás e combustíveis; unidade operacional de transporte coletivo; captação e tratamento de esgoto e de lixo; unidade operacional de serviço público de telecomunicações; processamento de dados ligados a serviços essenciais; centro de controle público de tráfego aéreo, marítimo e urbano; instalações que atendam a sistema rodoferroviário e metroviário; unidade operacional de segurança pública, tais como, polícia militar, polícia civil e corpo de bombeiros; câmaras de compensação bancária e unidades do Banco Central do Brasil; e instalações de aduana. É importante destacar que isso não impede medidas de cobranças de débitos vencidos, previstas na legislação, inclusive a negativação do inadimplentes em cadastros de crédito.

Projeto de lei da AL x Governo de MT

Um projeto de lei aprovado na Assembleia Legislativa determinava a suspensão do corte de energia, mas houve um impasse e a proposta até então, não havia seguido em frente.

O governador Mauro Mendes já havia declarado em entrevista que pela Energisa ser regulada pela Agência Nacional de Energia Elétrica, pouco poderia fazer.

“Se eu sancionar ou não o projeto da Assembleia Legislativa, a Energisa cumpre se quiser, por se tratar de um órgão regulado por leis federais”.

Reunião online

A reunião da diretoria da Aneel foi transmitida pelo canal oficial no YouTube. O diretor-geral da Aneel, André Pepitone destacou que as medidas visam atender demandas de um momento atípico em todo o mundo em decorrência da pandemia do coronavírus.

“Temos visto que no Brasil em pouco tempo a curva de contágio da doença sobe e isso é muito preocupante. Estamos realizando a primeira reunião virtual da diretoria da Aneel em 22 anos da história da agência”, ressaltou o diretor-geral André Pepitone.

Canais digitais da Energisa

A Energisa colocou à disposição dos clientes canais digitais como Whatsapp (65) 9999 7974, aplicativo Energisa ON, e o site energisa.com.br, além do 0800 646 4196, para o atendimento integral de todas as necessidades, incluindo modalidades de débito em conta e opções flexibilizadas de parcelamento.

(Atualizada às 20h15)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMetallica oficializa adiamento de turnê pelo Brasil para dezembro
Próximo artigoCartórios extrajudiciais

O LIVRE ADS