A maturidade está entre o 8 e o 80

Quando somos imaturos em algo, é porque o nosso comportamento é infantil

(Foto: Divulgação/Pixabay)

Eu costumo aprender observando, durante as minhas aulas, o comportamento dos meus alunos, sejam eles adultos ou crianças.

Gosto sempre de fazer analogias, dar exemplos e contar histórias. Inclusive, se possível, tento ao máximo me adaptar à realidade do aluno.

Mas foi durante uma aula com uma criança que uma questão sobre a maturidade ficou muito clara para mim.

O ocorrido se transformou na analogia perfeita. O meu aluno estava tocando muito rápido. Eu pedi para ele reduzir só um pouquinho a velocidade. E o que aconteceu?

Ele começou a tocar em câmera lenta.

Na sequência, eu pedi para ele acelerar só um pouquinho. Como você deve imaginar, ele começou a tocar tão rápido quanto ele poderia.

Para as crianças só existem duas velocidades: muito devagar ou muito rápido.

Mas o que isso diz respeito à maturidade?

É simples. Quando somos imaturos em algo, é porque o nosso comportamento é infantil.

Sabe aqueles casos de 8 ou 80? Penso ser um exemplo clássico de imaturidade. Porque há muitas possibilidades entre esses dois números.

Se quisermos pensar em uma pessoa imatura, podemos pensar em um interruptor, que só liga ou desliga. Uma personalidade madura está mais ligada a um dimmer – aquele dispositivo que gradualmente ajusta a intensidade e o brilho da iluminação.

Eu cometi alguns erros na minha vida que julgo terem acontecido por imaturidade. Eu era um interruptor que só tinha dois extremos. À medida que a maturidade ia chegando, eu comecei a enxergar mais possibilidades.

Eu comecei a fazer ajustes mais finos, mais específicos e cirúrgicos.

Todavia, isso só se tornou óbvio graças ao meu aluninho e a seus extremos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVendedor de rosas morre enquanto pescava em rio de Cuiabá
Próximo artigoDeputados cobram mudanças na Petrobrás para segurar preço de combustíveis