140 milhões de doses

Ministério da Saúde monta estratégia nacional de vacinação contra a covid-19 e emissão de certificado

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O Ministério da Saúde prevê oferta de 140 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 no início de 2021. O secretário-executivo do ministério, Élcio Franco, disse nessa quinta-feira (8) que a previsão é de que a vacinação comece no primeiro trimestre do próximo ano. 

O governo estuda, em um comitê, como será o programa nacional de vacinação, mas já prevê o cadastro obrigatório de CPF das pessoas vacinadas, para monitoramento de eventuais reações. 

Também está em desenvolvimento um modelo de certificado de vacinação em PDF, com dados em QR-Code. Ele será emitido em uma plataforma do Sistema Único de Saúde (SUS). 

As 140 milhões de dose levam em conta duas fontes: um acordo a ser fechado pelo Brasil com a iniciativa COVAX Facility, liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e um contrato com a AstraZeneca/Universidade de Oxford. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMais de 6,6 milhões já votaram em eleição dos EUA
Próximo artigoPropaganda eleitoral gratuita começa a ser veiculada em rádio e TV