TVs da Alemanha, França e Inglaterra registram queimadas em MT

Jornalistas vieram a MT para registrar de perto o que o mundo todo acompanha por meio da divulgação de dados e repercussão de pronunciamentos políticos

Ilustração/Reprodução Inpe

Depois que a equipe nacional da BBC, que passou por Cuiabá, outras quatro equipes chegam a Mato Grosso. Mas desta vez, repórteres e cinegrafistas de dois veículos de comunicação da Alemanha, da BBC França e outra equipe da Inglaterra.

Jornalistas franceses junto a combatentes

Enquanto os alemães estão concentrados na região metropolitana de Cuiabá, a equipe francesa acompanha de perto a Operação Abafa Amazônia. Por sua vez, os ingleses partiram rumo ao Parque Nacional de Chapada.

Deflagrada em Sorriso no dia 19 de agosto, segue até o dia 28 com ações nos municípios de Vera, Feliz Natal, Nova Ubiratã e Cláudia.

Tanto a equipe francesa e inglesa quanto as equipes alemãs de TV vieram a Mato Grosso para registrar de perto o que o mundo todo acompanha por meio da divulgação de dados e repercussão de pronunciamentos políticos.

Além dos impactos a regiões de vegetação e cidades que são atingidas por incêndios, os jornalistas acompanham também a atuação dos agentes que ajudam no combate aos focos de incêndio.

Já bastante esgotados, eles têm enfrentado uma rotina estressante, de intenso trabalho por horas a fio e ainda expostos a longas e tortuosas distâncias, bem como a temperaturas muito altas, que beiram os 60 graus frente ao fogo.

Na região metropolitana, é crítica a situação dos incêndios em vegetação ao longo das Estrada da Guia, MT-251, Santo Antônio do Leverger e Nossa Senhora do Livramento. Só no fim de semana passado, segundo dados do Corpo de Bombeiros, foram 38 chamados.

Nesta tarde, foram registrados também, incêndios no Parque Estadual Águas do Cuiabá – entre Nobres e Rosário Oeste – e na região do Peba, em Chapada dos Guimarães.

Leia também

A Abafa Amazônia é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

A operação conta com a união de forças de agentes da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Politec, Ciopaer, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros. Além das forças destas corporações, há apoio de veículos e aeronaves. Uma com base em Cuiabá e outras duas, em Sorriso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Vejo que muitas pessoas do mundo inteiro estao preocupados com as queimadas principalmente aqui no Brasil e isso e muito bom , Mas precisamos de acoes e nao de conversas e demagogias , ao inves de ir na praca porque nao ir a igreja pedir chuva , neste momento o que resolve e a chuva e nao um monte de gente com cartaz nas maos criticando um ou outro , ninguem liberou queimadas aqui ou ali , muitas deles podem criminosas e muitas delas acidentais e muitas por falta de cuidados ao jogar uma bituca de cigarro acesa por exemplo
    Mas enfim o que resolve no momento e a chuva
    Vamos pedir para Deus mandar chuvas para salvar a nossa natureza.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEngavetamento envolvendo carretas e caminhonete para trânsito em trecho da BR-364
Próximo artigoPor pouco tripulantes não vivem tragédia: avião caiu no mar e eles filmaram tudo

O LIVRE ADS