Servidor público ganha salário até 12 vezes maior que na iniciativa privada

Formados em Contabilidade, Direito e Administração sãos os que mais se beneficiam ao passar em um concurso público

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O salário de servidores públicos em Mato Grosso está até 12 vezes acima da média do mercado no setor privado, com as especialidades em Direito, Contabilidade e Administração pesando mais no fechamento da folha de pagamento. 

O LIVRE comparou a média salarial de alguns profissionais – dados do site Salários, que leva em consideração os números do Novo Caged, publicado mensalmente pelo Ministério da Economia – com os valores publicados no Portal da Transparência do governo do Estado.

Conforme o site Salários, um advogado tem um rendimento médio de R$ 2,9 mil em Mato Grosso, sem levar em conta os ganhos processuais de atendimento de clientes. 

Já um procurador do Estado, profissão para a qual também se exige a graduação em Direito, tem ganho inicial de R$ 30 mil mensais. E esse valor pode chegar a R$ 35 mil, dependendo da classe na estrutura do serviço público. O ganho no setor público, portanto, é até 12 vezes maior. 

O levantamento mostra ainda que um profissional administrativo no setor privado recebe, em média, R$ 1,8 mil para o cumprimento de suas funções. Já no Estado, as cifras e classificação desses profissionais variam bastante, mas sempre com vantagem para o setor público. 

A renda começa com R$ 9,6 mil e chega R$ 13 mil para um técnico administrativo, mas pode ser maior. Por exemplo, na Fundação Nova Chance, o único analista administrativo que aparece na folha de pagamento disponível no Portal da Transparência ganha R$ 14,7 mil. 

O custo mínimo para se ter um profissional na área no Poder Público é cinco vezes mais alto e pode chegar a oito vezes. 

A distância entre público e privado também é larga na Contabilidade. No mercado empresarial, o contador tem ganho mensal médio de R$ 3,9 mil, conforme o site Salários. 

A posição correspondente no setor público é a de auditor, que tem ganho inicial de R$ 17 mil e pode chegar a R$ 33 mil, também a depender da classe e do tempo de serviço. O salário médio dos servidores é, no mínimo, quatro vezes maior e pode chegar a oito vezes.

Saúde e Educação 

Um professor do ensino fundamental ganha R$ 1,3 mil, em escolas privadas; na rede pública, o salário começa em R$ 1,6 mil e chega R$ 5,9 mil, de acordo com a tabela salarial do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep). 

Já os profissionais da saúde são os que têm a menor diferença. Na rede privada, o salário de um técnico em enfermagem está em R$ 1,5 mil. No Sistema Único da Saúde (SUS), os valores variam entre R$ 2,5 mil e R$ 3,5 mil. Esses números são do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Mato Grosso (Sinpen-MT). 

Os médicos nos hospitais particulares, conforme o levantamento do Salários, têm ganho médio de R$ 12 mil; no SUS a média está em R$ 10,4 mil, sem contar os benefícios e outros ajustes salariais. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.