Rap contra a depressão: coletivo de MT lança álbum com 9 faixas em um só clipe

O selo criativo da Nova Era Session se uniu a nove artistas para o projeto inédito “O Mal do Século”

[related_news ids=”82745,84194″][/related_news]

Profissionais da saúde mental estão de acordo que quando o assunto é depressão, um dos caminhos mais efetivos para a cura e o bem-estar é: falar. Aproveitando o mês de companha contra este mal que acomete o século, portanto, nove rappers mato-grossenses uniram suas vozes ao coletivo Nova Era Session para mostrar que a arte pode ser uma importante ferramenta de expressão e combate ao suicídio.

“O Mal do Século”, álbum com nove faixas, sendo três interlúdios e seis músicas, reuniu Evellin Rossi, Fernando Shunbay, Yasu, Holanda, Lucas Sant’ana, RB8, Felipi Lee, Pacha Ana, Odilio Rodrigues em um clipe inédito de 22 minutos. No registro audiovisual lançado pela Nova Era Selo, com roteiro de Arthur Peixoto e direção de Ricardo Correia, os artistas simulam uma terapia em grupo, sentados em círculo. A câmera, ao centro, capta seus relatos que se mostram da maneira que fazer melhor, rimados.

‘Fragmentada’, ‘Fez 22 anos’, ‘O Mal do Século’, ‘Condor’, ‘Pensa’, ‘Uma Nova História’, ‘Pelos Nossos’, ‘Florescer é Resistir’ e ‘Fagulha’ são letras que dão visibilidade a questão da depressão e prevenção ao suicídio não só para narrar angústias, mas com a finalidade de alertar sobre a urgência do problema, conscientizar os ouvintes alcançados pelo movimento hip-hop e incentivar sua superação. “As músicas abordam pontos como a vulnerabilidade, o sofrimento e o enfrentamento dos sintomas”, pontuou o psicólogo Flávio Jabra.

A galera da produtora Nova Era Session, que idealizou o projeto, também contou que todos os artistas convidados já passaram por processos depressivos e/ou outros tipos de transtornos, possuindo, assim, certa afinidade com o tema.

“Esses mesmos artistas encontraram na música e na poesia uma maneira de enfrentar seus problemas e dessa forma, puderam contribuir com sinceridade e relevância para a realização desse álbum, narrando seus processos depressivos através da música e da poesia, bem como suas tentativas de superá-los”, informou o grupo.

Ainda assim, o profissional e os artistas sustentam a ideia de que as músicas não substituem o acompanhamento profissional. Pensando nisso, a Nova Era Session fez ainda mais: criou o site www.omaldoseculo.com para concentrar informações sobre o tema, além de indicações dos principais centros de apoio do país, como o número e o chat do CVV.

“Em geral o suicídio vem em situações nas quais a pessoa vai perdendo a capacidade de falar com o outro, de compartilhar seu sofrimento, de discutir suas mazelas. Neste ponto, iniciativas como o CVV entram como uma das mais efetivas para prevenção, somadas a elementos da cultura como literatura, artes e música que podem, através das elaborações que provocam, instigar a busca por ajudar profissional, meio que proporcionará a transformação do seu sofrimento psíquico”, endossou Flávio Jabra.

Nova Era

A Nova Era Session é um coletivo de criação colaborativa, que surge para o fortalecimento do movimento hip-hop em Mato Grosso. “Unimos forças para produzir de forma independente o conteúdo de artistas que antes não tinham uma oportunidade para ver seu trabalho ganhando vida. Ajudamos com a gravação, produção e divulgação de diversos tipos de conteúdos, sem distinção e sem fins lucrativos”.

O Nova Era Selo surgiu dentro do Nova Era Session para agrupar diversos artistas – não necessariamente membros do coletivo – para distribuir, com mais força, músicas independentes em plataformas digitais como Spotify, Google Play, iTunes, Apple Music, Deezer, etc.

Conheça os trabalhos já produzidos também no site da Nova Era Session e na página do Facebook.

Confira o resultado de “O Mal do Século”:

Ficha Técnica

Direção: Ricardo Correia
Roteiro: Arthur Peixoto
Assistentes de produção: Ruan Vinícius e Alex Vinícius
Produção: Nova Era Sessions
Gravadora: Nova Era Selo
Mixagem e Masterização: Ricardo Correia
Ilustração da capa: Júlio Diniz

(letras, vozes e instrumentais na descrição do vídeo)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAcademia fecha as portas sem avisar e pega alunos de surpresa; veja o vídeo
Próximo artigoConfira a agenda deste domingo dos candidatos ao governo de MT