Quatro municípios de MT suspendem vacinação de grávidas com a AstraZeneca

Nenhuma secretaria de Saúde informou caso de reação, grave ou leve, até o momento. Cuiabá usará a Pfizer para seguir o cronograma

(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Quatro municípios de Mato Grosso suspenderam a imunização de grávidas contra a covid-19 com a vacina da AstraZeneca. As prefeituras acataram a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), emitida nesta terça-feira (11), após a morte de uma pessoa. 

Em Cuiabá, a campanha para as grávidas teve início na semana passada, quando foi anunciada a inclusão delas na fila de grupos prioritários. Conforme a Secretaria de Saúde, a imunização também estava em progresso para mulheres puérperas.  

Até o momento não teve registro de problemas causados pelas vacinas em gestantes ou puérperas”, informou a secretaria, em nota. Esse grupo deverá ser imunizado com a vacina norte-americana Pfizer. 

Campanha ia começar hoje em VG

Em Várzea Grande, a imunização estava programada para iniciar hoje. Não há informação até o momento se o município adotará outra estratégia para não atrasar a campanha para as grávidas. 

As secretarias de Primavera do Leste e Rondonópolis também informaram a suspensão do uso da AstraZeneca. Os municípios informaram que aguardarão orientações do Ministério da Saúde para reprogramar a vacinação das grávidas. 

Mais cedo, o secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo orientou que todos os municípios suspendam a campanha para as grávidas. Ele afirmou que, “apesar de não haver comprovação da morte ligada à AstraZeneca, a suspensão segue medida preventiva”

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOperação Ecdisona: MPF denuncia 6 em MT por desvio de quase R$ 7 milhões
Próximo artigoAssaltante de banco procurado é morto durante confronto com o Bope