Prefeitura de Cuiabá: Fábio Garcia deve ser o candidato do DEM

Reunião no fim desta semana vai definir quem disputará o cargo de prefeito da Capital e confirmar apoio a Nilson Leitão ao Senado

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O DEM vai se reunir esta semana para delinear o futuro do partido nas eleições 2020. Com previsão para ser realizado entre quinta (13) e sexta-feira (14), o encontro tem como objetivo que o partido defina o pré-candidato a prefeito de Cuiabá, de Várzea Grande e nos demais municípios. Outro assunto que será colocado em discussão é a eleição suplementar ao Senado.

O deputado Eduardo Botelho (DEM) já mudou o tom em relação à última semana. O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) se colocava como opção para a disputa a prefeito em Cuiabá.

Nesta segunda-feira (10), em entrevista à imprensa, Botelho afirmou, no entanto, que o mais provável é que o suplente de senador, Fábio Garcia, seja o nome escolhido pelo DEM. “É o que tem mais apoio dentro do partido”, ele revelou.

Presidente da ALMT parecer já ter desistido da ideia de ser o candidato a prefeito de Cuiabá (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Fora da disputa eleitoral de 2020, Botelho deve se concentrar em ocupar uma cadeira no Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), cuja indicação para a vaga de conselheiro cabe à ALMT.

Senado

Em relação à disputa ao Senado, o DEM deve referendar a desistência do ex-governador Júlio Campos em ser candidato. O partido já teria definido que vai apoiar o ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB).

Na semana passada, o senador Jayme Campos informou que seu irmão Júlio Campos vai compor chapa de Leitão, como primeiro suplente.

Nilson Leitão já teria a garantia de ajuda do DEM na eleição ao Senado (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorExpoente da arte de MT: Adir Sodré morre aos 58 anos em Cuiabá
Próximo artigoPolícia investiga caso de criança que morreu no sofá de casa, após uma dor de cabeça