Expoente da arte de MT: Adir Sodré morre aos 58 anos em Cuiabá

    Segundo o Samu, o artista teve um infarto na frente da residência onde mora

    (Foto: Divulgação)

    Morreu nesta segunda-feira (10), em Cuiabá, o artista plástico mato-grossense Adir Sodré. Um dos expoentes da arte plástica do Estado, Sodré foi encontrado morto na casa onde morava.

    Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ele teve um infarto na frente da residência.

    Em nota, o governador Mauro Mendes lamentou a morte do artista.

    Sodré nasceu em Rondonópolis (219km de Cuiabá) em 1962. É em 1977 que ele passa a frequenta o Atelier Livre da Fundação Cultural de Mato Grosso. À época, ele foi orientado por Humberto Espíndola (1943) e Dalva (1935).

    Nos dois anos seguintes, integrou com Gervane de Paula (1962) e outros artistas um grupo que procurava renovar a arte mato-grossense.

    (Foto: Divulgação)

    A cultura regional era um dos temas principais da obra de Sodré. Nacionalmente, o trabalho de Sodré é apresentado como um” diálogo constante com a tradição da história da arte”.

    Para a Enciclopédia do Itaú Cultural, a arte dele faz referências aos pintores Vincent van Gogh (1853-1890) e Diego Velázquez (1599-1660).

    A sexualidade também é tema presente nas obras de Sodré, que aparece como ‘falos’ em boa parte das produções. Tanto que 2017, um de seus quadros esteve ao lado de Pablo Picasso, na exposição ‘Histórias da Sexualidade’, no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand.

    (Foto: Reprodução)

    O artista é reconhecido nacionalmente por suas obras. Sodré também já expôs obras em países como Tóquio, Estados Unidos e França.

    Sodré também já expôs obras em países como Japão, Estados Unidos e França e chegou a retratar questões indígenas e denuncia a invasão causada pelo turismo em determinadas regiões do Brasil.

    Use este espaço apenas para a comunicação de erros





    Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Artigo anterior(Des)controle interno
    Próximo artigoPrefeitura de Cuiabá: Fábio Garcia deve ser o candidato do DEM