Notificações de dengue aumentam 17% em duas semanas em Cuiabá

Se prevenir contra a doença não leva mais que 10 minutos em uma semana inteira

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Em duas semanas, Cuiabá registrou 70 novos casos de suspeita de dengue. O número representa um acrescimo de 17,3% entre os dias 16 de maio e 5 de junho.

Os dados constam no boletim semanal produzido pela Secretaria Municipal de Saúde.

Conforme o documento, até o último dia 5 (dado do levantamento mais recente), a Capital tinha 404 notificações de casos de dengue. Setenta a mais que na medição feita entre os dias 16 e 22 do mês passado (334 casos).

Neste mesmo período o número de casos confirmados da doença passou de 275 para 301.

Os casos de chikungunhya – doença que também é transmitida pelo mosquito aedes aegypti – se mantiveram estáveis. Foram 10 notificações e 9 pacientes confirmados.

Seca à vista

Como o aedes aegypti depende de água parada para se reproduzir, os períodos chuvosos são os que demandam mais cuidado para evitar casos de dengue.

Em Cuiabá, a previsão do tempo indica que, pelo menos o clima deve colaborar para a redução dos diagnósticos.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) indica chance mínima de chuva até o final de semana: somente 5% de possibilidade.

E o site Clima Tempo afirma que a frente fria que aumentou a nebulosidade na semana passada está com os dias contados. A partir desta quarta-feira (16), a previsão é de tempo firme em praticamente toda região Centro Oeste.

10 minutos de prevenção

Apesar disso, a Secretaria de Saúde de Cuiabá reforça: se prevenir contra a dengue e a chikungunhya não leva mais que 10 minutos do seu tempo.

Basta agir uma vez por semana limpando possíveis criadouros do mosquito. Pode ser um vaso de planta, reservatórios de água destampados ou até mesmo um pedaço de lixo no quintal que acumule água parada.

O ciclo de vida do aedes aegypti é de 7 a 10 dias, entre a postura do ovo até o mosquito ficar adulto.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAlteração da lei de improbidade encurta prazos e dificulta investigação
Próximo artigoMesmo com rejeição em alta, Dória confirma que quer concorrer à presidência