Mulher é atropelada ao declarar voto nas eleições deste ano

Caso ocorreu em Lambari D'Oeste, a 320 quilômetros de Cuiabá

(Foto: Freepik)

Uma mulher de 27 anos foi atropelada por um homem de 24 anos no início da madrugada desse domingo (25). O motivo é que ela e o marido não apoiavam a mesma coligação que o motorista agressor na eleição municipal deste ano.

O caso aconteceu em Lambari D’Oeste (320 km de Cuiabá), por volta de 00h20.

Segundo relato da vítima, ela estava andando com o marido na Rua Nortelândia, sentido à sua casa, quando o suspeito se aproximou dos dois e ofereceu uma carona, que os dois aceitaram.

No caminho, porém, o homem perguntou se o casal estava apoiando a coligação “Renova Lambari” e a mulher respondeu que não. Ela completou dizendo que ela e o marido apoiavam a coligação “O povo feliz de novo”.

O motorista, então, teria ficado descontrolado. Ele mandou o casal descer do carro e jogou o veículo, um VW Gol branco, em cima da mulher.

A princípio, ele não a atingiu, mas, em seguida, manobrou o carro e o jogou novamente em direção à vítima. Na segunda tentativa, ele a acertou, causando uma luxação na perna direita dela.

O suspeito fugiu e a mulher precisou ser encaminhada para o Hospital Municipal de Lambari D’Oeste, onde a Polícia Militar foi acionada por um enfermeiro.

Os policiais ouviram a vítima e, em seguida, fizeram rondas em busca do suspeito, mas não o encontraram. A mãe dele disse à PM que o filho não tem carteira de habilitação e estava dirigindo sob efeito de álcool.

A mulher foi medicada e, em seguida, liberada. Apesar do susto, ela passa bem.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCada pessoa que passa pela nossa vida tem uma razão
Próximo artigoNão há espaço para protecionismo!